PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-jogador do Milan, Kakha Kaladze é eleito prefeito da capital da Geórgia

Ex-jogador do Milan, Kakha Kaladze é eleito prefeito da capital da Geórgia - David Mdzinarishvili/Reuters
Ex-jogador do Milan, Kakha Kaladze é eleito prefeito da capital da Geórgia Imagem: David Mdzinarishvili/Reuters

23/10/2017 16h07

Tbilisi, 23 out (EFE).- Ex-jogador do Milan e ex-capitão da seleção da Geórgia, Kakha Kaladze foi eleito como prefeito de Tbilisi, capital do país, e comandará a cidade, de cerca de 1,5 milhão de habitantes, pelos próximos quatro anos.

Em 2012, com 34 anos, Kaladze, considerado o melhor zagueiro da história da Geórgia, pendurou as chuteiras para abraçar a política, repetindo o sucesso dos gramados.

Vencedor de duas Ligas dos Campeões com o Milan, Kaladze também não deu chances pros adversários políticos e obteve 51,3% dos votos nas eleições municipais realizadas no último sábado, eliminando a possibilidade de segundo turno.

Um dos primeiros a parabenizar o prefeito eleito de Tbilisi foi o ex-primeiro-ministro da Itália e antigo dono do Milan, Silvio Berlusconi, que desejou a Kaladze sucesso em seu governo.

O zagueiro Paolo Maldini, que fez dupla com Kaladze na zaga rossonera, também expressou "alegria" pela vitória do amigo.

Faltando poucos dias para o pleito, vários jogadores da Itália e de outros países que jogaram com Kaladze disputaram um amistoso em Tbilisi. Mas o futebol também esteve em outros aspectos da campanha.

Nos cartazes eleitorais do ex-jogador, Kaladze aparecia ao lado da esposa e dos três filhos do casal, todos eles com a camisa do Dínamo de Tbilisi, clube mais popular do país e no qual o zagueiro deu os primeiros passos no futebol.

Kaladze deu o nome de Levan ao seu filho mais velho, de oito anos, em memória de seu irmão mais novo, que em 2001 foi sequestrado e depois morto pelos homens que o capturaram.

Os sequestradores exigiram um resgate de US$ 600 mil, que Kaladze se mostrou disposto a pagar. No entanto, eles acabaram matando o refém, com medo de, como explicaram depois de presos, de serem descobertos pelas autoridades locais.

Ex-jogadores como Massimo Ambrosini e Gennaro Gattuso gravam vídeos de apoio ao antigo companheiro de Milan. O futebol, esporte preferido de muitos georgianos, se transformou em um ponto de disputa importante da luta eleitoral.

"Onde Kaladze está sempre há sucessos e vitórias", afirmou o primeiro-ministro e líder do partido Sonho Georgiano, Giorgi Kvirikashvili.

Apesar de esta ter sido sua primeira eleição popular, Kaladze não é nenhum novato na política. Depois de deixar o futebol, ele se tornou um dos principais nomes da lista do Sonho Georgiano para as eleições parlamentares de 2012, quando o partido desbancou o Movimento Unido Nacional, do ex-presidente Mikhail Saakashvili.

No novo governo, Kaladze foi nomeado vice-primeiro-ministro e ministro de Energia, cargos que ocupou por mais de quatro anos e que só deixou para disputar a prefeitura de Tbilisi.

"Adotei uma decisão correta. Queria estar com meu povo, com meu país", disse Kaladze ao fazer um balanço de sua carreira política.

Apesar de os analistas estarem cautelosos sobre as perspectivas do governo de Kaladze, há certo consenso que a prefeitura de Tbilisi não será o último cargo da carreira política do ex-jogador.

Esporte