PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dono do Monaco é denunciado por corrupção e depõe nesta quinta

18/10/2017 18h39

Paris, 18 out (EFE).- O presidente e proprietário do Monaco, Dmitry Rybolovlev, será interrogado nesta quinta-feira após ter sido denunciado por uma ex-colaboradora por invasão de privacidade relacionada a um caso de corrupção que tramita na justiça do principado.

"Vou ser acusado como cúmplice neste caso, embora eu negue os fatos", afirmou Rybolovlev em um comunicado em que se mostrou disposto a colaborar com as investigações.

A búlgara Tania Rappo, ligada à família de Rybolovlev, o acusa de ter gravado uma conversa sem sua permissão para criar provas contra o marchand suíço Yves Bouvier, acusado pelo magnata de corrupção por supostamente fraudar preços de obras de arte colocadas para leilão.

Tania, responsável por aproximar Bouvier e o empresário russo, que frequentemente se envolve em compra e venda de obras de arte, denunciou que o advogado do dono do Monaco, Maitre Bersheda, a usou para criar uma armadilha contra o merchand.

Outra ramificação do caso de corrupção é a denúncia do suíço contra Rybolovlev, que teria tentado influenciar policiais e juízes monegascos.

Esporte