PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Uruguai busca investidores para reconstruir o Estádio Centenário

30/08/2017 17h35

Montevidéu, 30 ago (EFE).- O Uruguai realizará um "convocação internacional" para buscar interessados em reconstruir o emblemático Estádio Centenário, construído em 1930 para receber a primeira edição da Copa do Mundo, explicou nesta quarta-feira o titular da Secretaria Nacional de Esportes do país, Fernando Cáceres.

"Independentemente da candidatura para o Mundial de 2030, a situação do Centenário exige intervenção imediata", afirmou Cáceres.

O secretário nacional de Esportes citou a possibilidade durante a segunda reunião da Comissão Binacional (integrada por Argentina e Uruguai) para uma candidatura dos dois países para sediar a Copa do Mundo de 2013, um encontro realizado hoje em Montevidéu.

A primeira reunião dessa comissão ocorreu no último dia 25 de julho em Buenos Aires, onde as autoridades políticas e representantes das federações de futebol dos dois países se reuniram para abordar a candidatura conjunta.

Em 2030, serão completados 100 anos da primeira edição da Copa do Mundo, que teve como principal palco o Estádio Centenário.

Sobre a reconstrução do estádio, Cáceres afirmou que houve uma reunião entre a Prefeitura de Montevidéu, a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) e a Secretaria Nacional de Esportes.

No encontro, foi decidido convocar especialistas profissionais que ajudem o Uruguai a "encontrar um dispositivo institucional e as condições necessárias para realizar uma convocação internacional de interesse para a reconstrução do Estádio Centenário", disse Cáceres.

"O estádio está longe de cumprir qualquer requerimento exigido nos eventos internacionais, segundo as normas da Fifa", indicou o titular da Secretaria Nacional de Esportes do Uruguai.

Cáceres também revelou que os representantes da Argentina fizeram uma apresentação na reunião binacional de hoje para expor as expectativas do país em relação ao torneio.

Além disso, foi estabelecido um cronograma de atividades e eventos para dar sequência aos trabalhos de uma candidatura conjunta entre os dois países para a Copa do Mundo de 2030.

Estava previsto que o lançamento oficial da candidatura ocorresse hoje, em um encontro entre os presidentes do Uruguai, Tabaré Vázquez, e o da Argentina, Mauricio Macri.

No entanto, o anúncio foi adiado para o início de outubro para poder contar com a participação de autoridades da Fifa.

Esporte