PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Em clássico, Uruguai e Argentina colocam em jogo futuro nas Eliminatórias

30/08/2017 14h36

Montevidéu, 30 ago (EFE).- Em mais uma edição de um dos clássicos mais tradicionais do futebol em todo o mundo, Uruguai e Argentina se enfrentarão nesta quinta-feira, em Montevidéu, em uma partida de vida ou morte pelas Eliminatórias para a Copa de 2018, a quatro rodadas do fim da disputa por um lugar no Mundial da Rússia.

A 'Celeste' liderou boa parte da classificatória, mas caiu para a terceira posição, com 23 pontos, depois de uma sequência de três derrotas, incluindo uma goleada para o Brasil por 4 a 1, também no Estádio Centenário.

Os argentinos fazem campanha ainda pior e aparece em quinto lugar, colocação que leva à repescagem contra o representante da Oceania, com 22. Entre os dois está o Chile, também com 23, enquanto o Equador, sexto, soma 20.

A equipe anfitriã vive expectativa em relação a participação no chamado Clássico do Rio da Prata do atacante Luis Suárez, que sofreu uma lesão no joelho há duas semanas. A princípio, 'Luisito' seria cortado, mas a rapidez na recuperação animou os médicos e o técnico Óscar Tabárez, que esperará até o último instante para definir se será ele ou Cristhian Stuani o titular.

O treinador da 'Albiceleste', Jorge Sampaoli, que assumiu o cargo em junho e fará sua estreia nas Eliminatórias, admitiu que condiciona sua formação à presença ou não de Suárez. "(Federico) Fazio tem bom jogo aéreo, e Mascherano, velocidade e antecipação. A inclusão de um ou outro dependerá das nuances da partida", declarou Sampaoli.

Uma boa notícia para Tabárez é a volta do lateral-esquerdo Cáceres à seleção depois de um ano e meio. Depois de ter deixado a Juventus e ter disputado apenas um jogo pelo Southampton, ele vem tendo sequência no Verona.

O treinador uruguaio admitiu que o clássico será um desafio complicado para a 'Celeste', mas demonstrou confiança na conquista de um bom resultado.

"Não considero impossível batermos a Argentina. Está claro para nós que será um jogo difícil, mas faz parte do desafio vencê-lo. Vamos ver quem joga melhor, além das potencialidades, das individualidades, da análise prévia. O jogo será jogado na quinta-feira", disse.

A Argentina, por sua vez, fez o último treino em Ezeiza nesta quarta antes da viagem para Montevidéu. Sampaoli esboçou a equipe no 3-4-3, mas ainda não confirmou quem começará jogando. A disputa principal está no meio-campo, setor em que Marcos Acuña, Lautaro Acosta, Emiliano Rigoni, Guido Pizarro e Leandro Paredes lutam por duas vagas. Biglia e Di María já estão garantidos, assim como o trio de ataque formado por Messi, Dybala e Icardi.

Nas duas últimas edições do Clássico do Rio da Prata pelas Eliminatórias, houve vitória da Argentina por 1 a 0, ambas como mandante.

As duas seleções voltarão a campo na próxima terça-feira. A Argentina receberá a Venezuela no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, enquanto o Uruguai vai encarar o Paraguai no Defensores del Chaco, em Assunção.



Prováveis escalações:.

Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Giménez, Godín e Cáceres Sánchez, Arévalo, Vecino e Rodríguez; Stuani (Suárez) e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.

Argentina: Romero; Mercado, Fazio (Mascherano) e Otamendi; Acosta, Biglia, Pizarro e Di María; Dybala, Messi e Icardi. Técnico: Jorge Sampaoli.

Árbitro: Víctor Carrillo (Peru), auxiliado pelos compatriotas Jonny Bossio e Coty Carrera.

Estádio: Centenário, em Montevidéu.

Esporte