PUBLICIDADE
Topo

Esporte

United vence e se isola provisoriamente na ponta; City escapa de tropeço

26/08/2017 16h45

Londres, 26 ago (EFE).- O Manchester United contou com dois reservas, o jovem atacante inglês Marcus Rashford e o meia belga Marouane Fellaini, para conseguir vencer neste sábado o Leicester, em casa, por 2 a 0 e manter o aproveitamento de 100% no Campeonato Inglês, em dia de vitória suada para o Manchester City.

Os Diabos Vermelhos, que vinham de duas vitórias, sobre West Ham e Swansea, ambas por 4 a 0, poderiam ter saído mais cedo na frente, mas o atacante belga Romelu Lukaku, desperdiçou cobrança de pênalti, defendida pelo goleiro dinamarquês Kasper Schmeichel, aos 8 minutos da etapa final.

O jogo começou a mudar quando Rashford entrou no lugar do meia espanhol Juan Mata, aos 22. Apenas três minutos depois, o atacante inglês abriu o marcador. Mais tarde, aos 29, Fellaini entrou na vaga do meia-atacante armeno Henrikh Mkhitaryan, para balançar as redes aos 39.

Com esse resultado, o United se tornou o primeiro time a marcar nove pontos do Inglês. Amanhã, o West Bromwich também pode alcançar 100% de aproveitamento, se superar o Stoke City, em jogo que disputará como anfitrião.

O Leicester, por sua vez, segue com apenas três pontos na competição, provisoriamente, na 16ª posição na tabela de classificação.

Mais cedo, o meia-atacante Raheem Sterling voltou a salvar o Manchester City, garantindo a vitória da equipe comandada pelo técnico espanhol Josep Guardiola sobre o Bournemouth, fora de casa, por 2 a 1, na abertura da terceira rodada.

O jovem, que saiu do banco de reservas na última segunda-feira, substituindo Gabriel Jesus, para marcar no empate com o Everton em 1 a 1, começou hoje como titular, formando trio com o brasileiro e o português Bernardo Silva, e balançou as redes aos 52 minutos do segundo tempo.

Pela comemoração, Sterling acabou sendo expulso pelo árbitro Mike Dean, logo após balançar as redes.

Gabriel Jesus, por sua vez, foi responsável por marcar o primeiro gol do time de Manchester, ainda aos 21 do primeiro tempo, oito minutos depois de o lateral-esquerdo inglês Charlie Daniels abrir o placar, colocando o Bournemouth na frente.

Além do ex-Palmeiras, que ficou em campo até os 37 da etapa final, quando deu lugar ao alemão Leroy Sané, o City contou hoje com o goleiro Ederson, o lateral-direito Danilo, que atuou na posição de origem, enquanto o francês Benjamin Mendy estreou na esquerda, e o volante Fernandinho.

Com a vitória, a legião brasileira comandada por Guardiola chegou aos sete pontos. O Bournemouth, do veterano atacante inglês Jermain Defoe, segue sem conseguir ao menos um empate na competição, após três compromissos disputados.

Outro que alcançou a marca de sete pontos foi o recém-ascendido Huddersfield, que deixou de ter aproveitamento de 100% ao empatar em casa com o Southampton em 0 a 0. Ainda assim, como tem saldo de gols melhor que o do City (quatro a três), a equipe aparece provisoriamente na vice-liderança.

O sábado foi marcado pelas primeiras vitórias de dois times, o Swansea, que derrotou o vice-lanterna Crystal Palace, em Londres, por 2 a 0, e o Newcastle, que bateu o último colocado na tabela, West Ham, por 3 a 0, em seus domínios.

O Watford, do goleiro Gomes, se manteve invicto ao empatar sem gols, em casa, com o Brighton. A equipe anfitriã atuou com um homem a menos a partir dos 24 minutos do primeiro tempo, devido a expulsão do lateral-esquerdo uruguaio Miguel Britos.

Esporte