PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Médicos da FIA liberam Massa para disputar GP da Bélgica

24/08/2017 14h47

Spa-Francorchamps, 24 ago (EFE).- Substituído pela Williams por Paul di Resta no Grande Prêmio da Hungria, no dia 30 de julho, por ter passado mal às vésperas da prova, o brasileiro Felipe Massa foi liberado pela comissão médica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para disputar, no próximo domingo, a próxima etapa do Mundial de Fórmula 1, na Bélgica.

Nesta quinta-feira, a Williams confirmou que os médicos deram a autorização para o piloto, de 36 anos, participar do GP no circuito de Spa-Francorchamps, e o próprio Massa explicou em entrevista coletiva que já está bem.

O brasileiro disse que foi diagnosticado com vertigem - "algo que, por sorte, nunca tive antes", afirmou - e que no sábado em que passou mal, após o terceiro treino livre em Hungaroring, voltou para casa, em Mônaco, de onde assistiu à corrida pela televisão.

"Na verdade, foi uma sensação estranha, ver a corrida por televisão, na minha casa", contou.

Esporte