PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Wenger descarta aposentadoria e diz que seguirá técnico até se deixar Arsenal

17/02/2017 11h21

Redação Central, 17 fev (EFE).- O técnico francês Arsène Wenger garantiu nesta sexta-feira que continuará no futebol na próxima temporada, mesmo que o contrato com Arsenal, que acaba no meio do ano, não seja renovado.

"Não importa o que vai acontecer. Seguirei treinando na próxima temporada, aqui ou em outro lado. Isso é absolutamente certo", garantiu o comandante dos 'Gunners', em entrevista coletiva.

A pressão sobre Wenger aumentou no meio desta semana, com a derrota para Bayern de Munique por 5 a 1, pela ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Além disso, o Arsenal está em quarto no Campeonato Inglês, dez pontos distante do Chelsea.

Durante a coletiva, Wenger reafirmou o que já havia dito anteriormente, de que a decisão sobre o futuro deverá ser anunciada em "março ou abril".

"Estou acostumado as críticas. Tenho um grande trabalho e aceito isso. Penso que, na vida, é importante fazer o que você correto. Tudo mais é opinião. Estou em um cargo público e aceito isso, mas tenho que atuar de acordo com meus valores", garantiu.

Por fim, Wenger negou que os jogadores tenham brigado no vestiário da Allianz Arena, em Munique, após a goleada do Bayer.

"Não houve nenhum incidente, apenas um enorme sentimento de tristeza e decepção", lamentou.

Esporte