PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tripulação de avião que transportava delegação da Chapecoense é boliviana

29/11/2016 08h24

La Paz, 29 nov (EFE).- O avião da companhia aérea boliviana Lamia Corporation, que caiu na noite de segunda-feira perto do aeroporto de Medellín, na Colômbia, quando transportava a delegação da Chapecoense, convidados e jornalistas, tinha ao comando uma tripulação boliviana, informou nesta terça-feira à Agência Efe o chefe do aeroporto de Viru Viru, na Bolívia, Adid Cabrera.

O responsável do aeroporto, situado na cidade de Santa Cruz de la Sierra, disse que a tripulação da aeronave era formada por nove pessoas e sua especialidade eram "os voos charter com equipes de futebol sul-americanas e da Bolívia".

"Estamos muito preocupados pelo ocorrido, sobretudo porque os nove tripulantes da aeronave eram nossos amigos, com os quais lidávamos quase todos os dias no aeroporto", disse o funcionário da companhia estatal que administra o aeroporto de Viru Viru.

Segundo Cabrera, a Lamia Corporation trabalha há mais de um ano fazendo voos charter com uma aeronave do tipo Avro, com a qual transportou "equipes bolivianas, brasileiras, paraguaias e peruanas, porque tinha preços acessíveis".

O responsável do aeroporto boliviano afirmou que a delegação da Chapecoense chegou ao aeroporto de Viru Viru em um voo comercial de outra companhia aérea antes de embarcar na aeronave da Lamia.

Esporte