PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jovem cubano que morreu em acidente de barco tinha consumido cocaína e álcool

29/10/2016 20h30

Miami (EUA), 29 out (EFE).- O jogador de beisebol cubano José Fernández, que morreu no mês passado, havia consumido cocaína e álcool pouco antes do acidente de barco que o vitimou, de acordo com o resultado da autópsia, que a imprensa dos Estados Unidos divulgou neste sábado.

Eduardo Rivero, de 25 anos, e Emilio Macías, de 27, que também faleceram no choque da lancha do atleta com um quebra-mar, não tinham sinais da droga no organismo, mas também apresentaram rastros de álcool, conforme veiculou a emissora "Local 10", de Miami.

De acordo com a "NBC", o Departamento de Medicina Legal do condado de Miami-Dade verificou com o nível de álcool no sangue de José Fernández era o dobro permitido pela lei.

O jogador do Miami Marlins, de 24 anos, e os dois amigos, morreram na madrugada do dia 25 de setembro. O cubano era considerado um dos mais promissores jovens da liga profissional de beisebol dos EUA, a MLB.

Fernández, que entrou no território americano com a família em uma balsa e que iria ser pai de uma menina daqui poucos meses, teve as cinzas lançadas no mesmo lugar onde aconteceu o acidente em que morreu.

Esporte