PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Carlos Alberto Torres é enterrado em meio a homenagens de centenas de fãs

26/10/2016 13h53

Rio de Janeiro, 26 out (EFE).- O capitão da seleção brasileira na conquista da Copa do Mundo de 1970, Carlos Alberto Torres, foi enterrado nesta quarta-feira no Rio de Janeiro em meio a várias homenagens de fãs no cemitério de Irajá, na zona oeste da capital fluminense.

O caixão de Carlos Alberto, vítima de um infarto fulminante na terça-feira, aos 72 anos, foi levado até Irajá em um caminhão dos bombeiros, saindo da sede da CBF, na zona oeste, onde o velório foi realizado, e recebido com aplausos.

Os fãs, alguns vestidos com as camisas de seus clubes ou da seleção brasileira, entoaram cânticos para lembrar o lendário lateral-direito, cantaram o hino nacional no momento do enterro e depois a tradicional música "Pra frente Brasil", popularizada durante o Mundial de 1970.

O funeral teve a presença de outro ex-capitão da seleção, Cafu, o ex-técnico Carlos Alberto Parreira e vários dirigentes da CBF, que decretou três dias de luto.

Cafu disse que Carlos Alberto foi uma referência dentro e fora de campo e afirmou: "hoje é um dia muito triste para o futebol mundial".

Esporte