PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nadadores americanos deixam o Brasil após prestarem depoimento em delegacia

19/08/2016 01h14

Rio de Janeiro, 18 ago (EFE).- Os nadadores americanos Gunnar Bentz e Jack Conger deixaram o Rio de Janeiro rumo aos Estados Unidos após prestarem depoimento na Polícia Civil por conta dos incidentes que protagonizaram no último domingo.

A dupla embarcou em um voo para Miami e passou pelo saguão do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro sem falar com a imprensa.

Mais cedo, a Justiça decidiu entregar os passaportes dos nadadores, que estavam apreendidos desde a última quarta-feira.

Bentz e Conger prestaram depoimento durante quase três horas na Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat), na Zona Sul do Rio.

Segundo a polícia, Bentz, Conger, Jimmy Feigen e Ryan Lochte inventaram um falso assalto na madrugada do último domingo após uma festa.

A investigação demonstrou que estiveram na festa acompanhados por três mulheres e que, quando retornavam para a Vila Olímpica, pararam em um posto de gasolina, na Barra da Tijuca, e protagonizaram atos de vandalismo e discussões com funcionários e seguranças do estabelecimento.

A Justiça proibiu na quarta-feira a saída do país dos quatro, mas Lochte já se encontrava nos Estados Unidos e Feigen, que estava em um local desconhecido, decidiu nesta quinta prestar depoimento na polícia.

Bentz e Conger foram retirados de um avião na noite de quarta quando embarcavam para os EUA.

O chefe da Polícia Civil do Rio, Fernando Veloso, afirmou que após o depoimento realizado nesta quinta, não havia razão para manter a proibição da dupla de deixar o Brasil.

A polícia informou que os nadadores foram denunciados por "falsa comunicação de crime".

Esporte