PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Seleção argentina começa a se preparar sem Lavezzi para final da Copa América

22/06/2016 15h58

Houston (EUA), 22 jun (EFE).- A seleção argentina realizou nesta quarta-feira o primeiro treino após a goleada sobre os Estados Unidos por 4 a 0, pelas semifinais da Copa América, e o técnico Gerardo Martino começou a esboçar a escalação sem o atacante Ezequiel Lavezzi, que sofreu uma fratura no cotovelo esquerdo.

Os jogadores que não foram titulares na goleada sobre a seleção anfitriã treinaram com bola, entre eles o meia Ángel Di María, que está recuperado de uma lesão na coxa direita, sofrida ainda na segunda rodada da fase de grupos. Já os que iniciaram a partida participaram de um trabalho regenerativo.

O treino aconteceu nas instalações da Universidade de Rice bem cedo, para evitar o forte calor, e contou com um grupo de jogadores locais. Lavezzi, que sofreu uma dura queda depois de se chocar contra uma placa de publicidade e está fora da decisão do próximo domingo, foi a campo com o braço engessado apenas para assistir ao trabalho dos colegas.

Segundo informações divulgadas pela seleção argentina em sua conta no Twitter, o atleta do Hebbei Fortune será avaliado amanhã pelo médico David Altchek no Hospital for Special Surgery, em Nova York, e então haverá uma definição sobre a necessidade ou não de cirurgia.

Por sua vez, o meia-atacante Nicolás Gaitán treinou à parte e está se recuperando de um problema muscular na coxa direita. Outro que se exercitou em separado foi o meia Javier Pastore, com uma mialgia na panturrilha.

O plano da seleção argentina é voltar a treinar amanhã cedo em Houston para depois viajar para Nova York, onde terminarão a preparação para a final, que acontecerá no Metlife, em East Rutherford, contra Colômbia ou Chile.

Esporte