PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Polícia croata alerta que torcedores planejam tumultuar jogo contra Espanha

Croatas já tumultuaram jogo contra a República Tcheca -  REUTERS/Max Rossi
Croatas já tumultuaram jogo contra a República Tcheca Imagem: REUTERS/Max Rossi

Das agências internacionais

Em Zagreb (Croácia)

21/06/2016 12h58

O sindicato da Polícia da Croácia e o Ministério do Interior alertaram nesta terça-feira que os torcedores radicais do país planejam provocar desordens durante a partida contra a Espanha, com o uso de rojões e bombas, a divulgação de símbolos proibidos e, inclusive, agredir o árbitro do jogo.

Em comunicado, o Ministério do Interior, que diz ter informado a polícia francesa, confirma que dispõe de informações de que os torcedores planejam criar desordens visando suspender a partida contra a Espanha. Entre as ações estão também invasões de campo e exibição de símbolos proibidos, que podem ser nazistas ou fascistas.

Por outro lado, o sindicado da Polícia da Croácia afirmou hoje que os torcedores radicais pretendem atacar o árbitro do jogo, o holandês Björn Kuipers, depois dos 30 minutos de partida.

As informações obtidas pelo sindicato foram enviadas à presidente croata, Kolinda Grabar-Kirarovic, e ao primeiro-ministro do país, Tihomir Oreskovic, de acordo com a imprensa local.

Segundo a polícia, se trata dos mesmos extremistas que provocaram os incidentes em Saint-Étienne na última sexta-feira, durante a partida entre Croácia e República Tcheca. Pelos problemas registrados, a Uefa multou a Federação de Futebol da Croácia.

Já perto do fim do jogo, torcedores croatas jogaram vários sinalizadores e bombas em campo. Uma delas explodiu quando os funcionários do estádio tentavam tirá-las do gramado.

O sindicato afirma que informou sobre a ameaça às polícias croata e francesa, mas acusa ambas de falta de seriedade.

Esporte