PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Uefa multa Croácia em 100 mil euros por incidentes dentro de estádio

20/06/2016 13h53

Paris, 20 jun (EFE).- O Comitê de Disciplina da Uefa multou nesta segunda-feira a Federação Croata de Futebol em 100 mil euros (R$ 382,7 mil), por causa dos incidentes provocados pela torcida no duelo com a República Tcheca, em Lille, pela segunda rodada do grupo D da Eurocopa.

Além disso, o órgão definiu que será condicionada a venda de ingressos aos 'hooligans' do país a não haver mais problemas nas arquibancadas, diferente do que aconteceu com a Rússia, que será eliminada da competição em caso de brigas de torcedores dentro de estádios.

Diferentemente dos russos, os torcedores croatas não entraram em confronto com rivais, mas lançaram sinalizadores e até uma bomba no gramado do estádio Geoffrey Guichard, em Lille, o que chegou a fazer com que a partida fosse interrompida.

Um integrante da equipe de segurança, ao tentar tirar os artefatos de campo, acabou atingido por uma explosão de pequena proporção.

Além disso, o Comitê de Disciplina da Uefa levou em conta os cantos racistas dos torcedores para definir a punição dos croatas.

De acordo com a decisão, a venda será proibida de ingressos das oitavas de final para torcedores que sejam identificados pela federação e autoridades do país do Leste Europeu como violentos, em caso de confusões nos próximos jogos, já começando pelo duelo com a Espanha, nesta terça-feira, em Bordeaux.

Para a Rússia, a punição foi a exclusão condicionada da competição. Ou seja, se torcedores brigarem novamente nas arquibancadas, a seleção do país será banido da atual edição da competição.

Esporte