PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ericsson é punido por acidente com Nasr no Grande Prêmio de Mônaco

29/05/2016 14h25

Redação Central, 29 mai (EFE).- O sueco Marcus Ericsson, da Sauber, foi punido com a perda de três posições no grid de largada para o Grande Prêmio do Canadá, por ter provocado acidente com o companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Nasr, durante o GP de Mônaco, disputado neste domingo.

Os dois pilotos se chocaram na volta número 48, pouco depois da ordem da equipe para que eles invertessem posição na pista, o que resultaria em ultrapassagem do europeu. O brasiliense, no entanto, rejeitou a definição tomada pelo time suíço e emitida pelo rádio.

Os comissários da corrida analisaram o incidente após a bandeirada final e decidiram punir Ericsson com a perda de três posições obtidas no treino de classificação para o Grande Prêmio do Canadá, daqui duas semanas.

O domingo, aliás, foi de muitas penas distribuídas por causa de atitudes no circuito de rua de Monte Carlo. O finlandês Valtteri Bottas, da Williams, por ser culpado por colisão com o mexicano Esteban Gutiérrez, da Haas, e perdeu dez segundos no tempo final, caindo assim da 11ª para a 12ª colocação.

O alemão Pascal Werhrlein, da Manor, que ultrapassou limite de velocidade durante acionamento do carro de segurança virtual e desrespeitou bandeira azul, recebeu duas punições de dez segundos e caiu de 13º para 14º.

Esporte