PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hamilton admite Red Bull mais perto do que o esperado em Mônaco

26/05/2016 16h58

Redação Central, 26 mai (EFE).- O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, vice-líder do Mundial de Fórmula 1, admitiu nesta quinta-feira que não teve bom desempenho no segundo treino livre para o Grande Prêmio de Mônaco, em que foi seis décimos mais lento que o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull.

"Eu não tive uma volta muito rápida, portanto, acredito que hja alguns décimos, talvez não os seis, pra recuperar. A pole estará entre a Red Bull e nós", cravou o piloto que liderou a primeira atividade do dia no circuito de rua de Monte Carlo.

Na segunda sessão, Ricciardo cravou o tempo de 1min14s607, enquanto Hamilton foi o segundo colocado com 1min15s213. O desempenho do britânico foi pouco mais de três décimos mais lento na parte da manhã, quando deixou o companheiro, o alemão Nico Rosberg, na vice-liderança.

"Não estou surpreso. Estão todos muito próximos. O motor aqui não é tão importante. Nós sabemos que temos um bom carro, com bom 'downforce'. Talvez não esperávamos que eles fossem tão rápidos, mas esperávamos que estivessem perto", avaliou o britânico.

Esporte