PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dirigente do Barcelona diz que Neymar "não está à venda"

19/04/2016 16h25

Barcelona, 19 abr (EFE).- A permanência de Neymar no Barcelona não está em xeque, já que ele "não está à venda" e a direção jamais pensou em negociá-lo, afirmou nesta terça-feira o terceiro vice-presidente do clube, Jordi Mestre.

A má fase do brasileiro na reta final de uma temporada na qual chegou a liderar o Barça durante o período em que Lionel Messi esteve afastado por lesão não afetou a opinião dos dirigentes catalães, que continuam confiando no camisa 11.

"Este é um assunto recorrente, e já disse de todas as maneiras: estamos encantados com Neymar. E Neymar não está à venda, nem nos passou pela cabeça vendê-lo", enfatizou Mestre em entrevista ao canal de televisão do clube.

"Quando ele assinou conosco, fez um esforço financeiro porque outros clubes lhe ofereciam mais dinheiro. Veio jogar aqui porque o que queria era jogar bom futebol, e fazê-lo ao lado de Messi para ganhar títulos. Esta temporada está tendo uma trajetória espetacular", acrescentou.

O fato de Neymar não ter marcado gols ultimamente ou de o time não estar rendendo como antes, segundo Mestre, gerou "especulações puras".

Quanto aos planos do atacante de disputar tanto a Copa América como os Jogos Olímpicos, o dirigente disse que nada está resolvido ainda. "O que não podemos negar é que jogue uma competição Fifa (a Copa América), mas o que aconselhamos é que jogue apenas um torneio. As temporadas são muito longas, e achamos que ele tem que descansar", declarou.

"A decisão tem que ser pensada, e temos que recomendar o melhor para ele e para nós. Não é um assunto urgente", acrescentou.

Sobre a renovação do contrato do jogador, Mestre não quis marcar prazos, ao alegar que ela ocorrerá "quando chegar o momento".

Esporte