PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Infantino diz ser "a favor" de Copa do Mundo sediada em diversos países

28/03/2016 20h44

Assunção, 28 mar (EFE).- O presidente da Fifa, Gianni Infantino, declarou nesta segunda-feira em Assunção que é "a favor" de organizar a Copa do Mundo com vários países-sedes para as próximas edições.

As declarações de Infantino foram dadas em entrevista coletiva na sede da Conmebol, em Assunção, ao ser perguntado sobre a possibilidade de Argentina e Uruguai sediarem de maneira conjunta a Copa de 2030.

"Um tema importante é se o Mundial tem que ser jogado em um só país ou em mais de um. Até agora a Fifa foi bastante contrária à coorganização, mas eu pessoalmente sou muito a favor", garantiu.

Apesar disso, o líder da entidade ressaltou que antes de 2030 a Fifa deverá definir a sede para a edição de 2026 e que o organismo não decidirá duas sedes em uma mesma votação, como tinha ocorrido anteriormente.

Infantino lembrou que já não será mais presidente em 2030 e destacou que a Copa do Mundo de 2030 será "muito importante" porque lembrará o centenário da competição, realizada pela primeira vez no Uruguai, em 1930, e ressaltou que "a história tem que ser respeitada, sempre".

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, também presente na entrevista coletiva, se mostrou confiante de que em 2030 o Mundial será sediado na América do Sul.

"O presidente (Infantino) não vai votar, mas sabe que a Copa do Mundo de 2030 será na Argentina ou no Uruguai", afirmou.

Infantino chegou hoje a Assunção em sua primeira viagem sul-americana como presidente da Fifa, que a partir de terça-feira o levará a Uruguai, Bolívia e Colômbia.

Esporte