PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Organismo humano pode demorar meses para eliminar Meldonium, diz WADA

22/03/2016 11h11

Moscou, 22 mar (EFE).- O organismo humano pode demorar meses para eliminar todo o vestígio de Meldonium, substância utilizada em medicamento cardiovascular, que foi proibida em 1º de janeiro deste ano, pela Agência Mundial Antidoping (WADA), informou a companhia farmacêutica Grindelks.

"O período de meia-vida biológica de eliminação do Meldonium do organismo é só de quatro a seis horas, mas o prazo de completa eliminação é significativamente maior", diz comunicado divulgado pela empresa sediada na Letônia.

De acordo com a Grindelks, devudi a farmacinética não-linear do Meldonium, a total eliminação do organismo poderá se prolongar por vários meses, mas que isso depende de valores como "dose, duração do tratamento, fisiologia individual do organismo, sensibilidade dos métodos e o tipo de amostra (sangue ou urina).

O ministro dos Esportes da Rússia, Vitaly Mutko, assim como diversos dirigentes do país, vêm insistindo que a substância leva longo período até a total eliminação, o que poderia indicar que o uso foi interrompido antes de janeiro deste ano.

O representante do governo garantiu que a WADA não realizou qualquer estudo clínico sobre o Meldonium, para o qual testaram positivo a tenista Maria Sharapova, a nadadora Yulia Efimova, entre outros atletas, inclusive da patinação, atletismo.

Esporte