PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico do Porto diz que Maicon não deixou time por causa de lesão

21/03/2016 13h07

Lisboa, 21 mar (EFE).- O técnico português José Peseiro, do Porto, falou nesta segunda-feira sobre o zagueiro Maicon, que passou de capitão da equipe a jogador indesejado, transferido por empréstimo para o São Paulo, após falha em jogo pelo Campeonato Português.

De acordo com o comandante dos Dragões, ao falhar no segundo gol do Arouca, em jogo que terminou 2 a 1, para o modesto adversário, em 7 de fevereiro deste ano, o defensor pediu substituição, alegando problema físico. O próprio Peseiro deu a entender que o motivo foi diferente.

"Talvez não tenha sido indisciplina, talvez seja fragilidade. Nem todas as pessoas consegue lidar com erros. Não são suficientemente fortes", disse o português, durante fórum de técnicos realizado na cidade de Setúbal.

O comandante do Porto explicou que tentou convencer o ex-Cruzeiro a seguir no gramado, dizendo que o brasileiro faria o gol de empate, como forma de incentivo.

"Não funcionou, o que vou fazer? Não tenho uma arma para colocar na cabeça de alguém e o obrigar. Os jogadores não são marionetes", detalhou o treinador do Porto.

Maicon chegou ao time português em 2009, contratado junto ao Cruzeiro, após boa temporada por empréstimo no Nacional. Desde então, foram 190 partidas, até a cessão para o São Paulo, que terá duração de seis meses.

Esporte