PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após confusão com mortes, Raja Casablanca é punido pela Federação Marroquina

20/03/2016 14h00

Rabat, 20 mar (EFE).- Conhecido no Brasil por ter eliminado o Atlético-MG nas semifinais do Mundial de Clubes de 2013, o Raja Casablanca terá de disputar cinco jogos com portões fechados e ainda pagar uma multa de 100 mil dirhams (R$ 37,2 mil) pelos graves incidentes ocorridos na noite de sábado entre dois grupos de torcedores da equipe, que deixaram dois jovens mortos.

Após reunião de urgência realizada neste domingo, a Federação Marroquina de Futebol (FRMF) anunciou em comunicado que o clube será obrigado a atuar sem torcida nas próximas cinco rodadas do Campeonato Marroquino.

A federação se reserva a possibilidade de estender a punição para jogos de outras competições. O Raja ainda terá que arcar com todos os reparos que precisarão ser feitos no estádio Mohamed V, onde o time manda seus jogos, mas que pertence à cidade de Casablanca.

A confusão começou no estádio logo depois da vitória da equipe mandante sobre o Chabab Rif Al-Hoceima por 2 a 1 e se estendeu pelas imediações. Tudo indica que os torcedores visitantes nada tiveram a ver com o incidente.

Os grupos de confrontaram com pedradas e inclusive explosivos. Além dos dois mortos, a confusão teve ainda um saldo de 54 feridos, que precisaram ser atendidos no hospital Moulay Youssef.

A Procuradoria de Casablanca abriu uma investigação para punir os autores dos incidentes, que foram gravados por várias câmeras que flagraram as cenas de violência.

Esporte