PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Del Bosque diz que sua saída da seleção poderia ser "saudável para todos"

26/01/2016 20h46

Madri, 26 jan (EFE).- Técnico da seleção espanhola desde 2008, Vicente del Bosque revelou nesta terça-feira que gostaria de continuar no cargo após a disputa da Eurocopa deste ano, mas admitiu que sua saída poderia fazer bem a ele mesmo e à equipe, campeã mundial e continental sob seu comando.

Em entrevista à emissora espanhola "Antena 3", Del Bosque foi perguntado se deixará o cargo após o torneio na França e deu a entender que o fim de sua etapa à frente de 'La Roja' está próximo, mas deixou a porta aberta para a continuidade.

"Normalmente (a mudança) é saudável para todos, para a seleção, para a Federação e também para mim. Foram oito anos muito intensos e de muita responsabilidade. Estou muito bem e me apeteceria continuar, mas são muitos anos e é possível que sacodir a poeira seja importante. Vamos esperar, há tempo pela frente para tomar a melhor decisão", declarou o treinador.

A Espanha venceu a competição continental de 2008 com Luis Aragonés como técnico. Depois, já com Del Bosque, faturou os títulos da Copa do Mundo de 2010 e a Euro de 2012. Assim, vai em busca do tri em território francês.

"Seria a terceira vez que ganharíamos a Eurocopa seguida, e ninguém conseguiu isso. É muito difícil, mas estamos empolgados porque vamos com uma boa seleção. O reflexo do que aconteceu no Brasil nos serviu de referência", comentou o treinador, fazendo referência à eliminação na última Copa ainda na primeira fase.

Esporte