PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Início do Clausura boliviano é adiado devido a dívida de clubes

15/01/2016 16h55

La Paz, 15 jan (EFE).- O início do Torneio Clausura do Campeonato Boliviano foi adiado por uma semana devido às dívidas de quatro clubes com seus atletas, informou nesta sexta-feira o sindicato de jogadores da Bolívia (Fabol).

Os representantes dos jogadores e o comitê executivo da Federação Boliviana de Futebol (FBF) chegaram a um acordo para adiar o início da competição para haver tempo para Blooming, Real Potosí, Ciclón e Jorge Wilstermann resolverem os pagamentos atrasados de seus elencos. A informação foi fornecida à Agência Efe pelo advogado do Fabol, David Paniagua.

Dentro do acordo, a FBF se comprometeu a ajudar os clubes a conseguir recursos financeiros para cumprir os compromissos. Segundo Paniagua, o Blooming deve quatro meses de salários, enquanto o Wilstermann e Ciclón devem três. Assim, a bola começará a rolar daqui a uma semana.

Ainda segundo Paniagua, a diretoria do Blooming prometeu quitar dois meses antes do início do torneio e colocar os salários em dia até o fim do campeonato, em maio.

A decisão de adiar a primeira rodada da competição não foi bem vista por algumas equipes, sobretudo as que disputarão a Taça Libertadores. São elas o Oriente Petrolero, que pode ficar no grupo do Corinthians, o The Strongest, possível adversário do São Paulo, e o Bolívar.

Esporte