PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Suspenso por 11 jogos, Raúl Meireles nega ter cuspido e insultado árbitro

Raul Mereiles, do Fenerbahce, teria cuspido no árbitro em clássico com o Galatasaray - AFP PHOTO / PATRIK STOLLARZ
Raul Mereiles, do Fenerbahce, teria cuspido no árbitro em clássico com o Galatasaray Imagem: AFP PHOTO / PATRIK STOLLARZ

Das agências internacionais

Em Lisboa (Portugal)

21/12/2012 14h20

O meia Raúl Meireles foi punido com suspensão de 11 jogos, acusado de ter cuspido e insultado o árbitro Halis Özkahya, que dirigiu o clássico entre a equipe do português, o Fenerbahçe, e o Galatasaray.

O jogador da seleção lusa negou nesta sexta-feira, um dia depois da divulgação da pena, qualquer ato hostil contra o árbitro. Meireles se defendeu das acusações por meio do site da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

"O árbitro escreveu no relatório que cuspi na sua cara, que, por duas vezes, fiz gestos insinuando que seria homossexual e que o insultei na minha língua. Nada disto corresponde à verdade", garantiu o jogador.

Raúl Meireles também comentou como foram seus contatos com Özkahya durante o jogo. "Acho estranho que diga que o insultei na minha língua. Penso que o árbitro não sabe português e sempre que me dirigia ele falei em inglês. Quando vi o primeiro cartão amarelo falei com ele em inglês e obtive resposta também em inglês. Foi dessa forma que comunicamos".

O Fenerbahçe classificou como "injusta e infundada" a punição ao seu atleta, anunciando a intenção de recorrer da decisão.

Raúl Meireles chegou no meio deste ano ao futebol turco, ao ser contratado junto ao Chelsea. O jogador também se destacou vestindo as camisas de Porto e Liverpool.

Esporte