Brasil conquista a prata no geral da etapa de Milão da Copa do Mundo de ginástica rítmica

Classificada para os Jogos Olímpicos de Paris-2024, a seleção brasileira de ginástica rítmica conquistou a medalha de prata na disputa do geral na etapa da Copa do Mundo em Milão, neste sábado. Com 71.500, o conjunto do Brasil ficou atrás da China (71.600) e à frente da Itália (70.550).

As brasileiras conseguiram a nota que valeu a prata somando os resultados da disputa mista (3 fitas e 2 bolas), com 33.250, e dos arcos, com 38.250. Além disso, as brasileiras estão classificadas para as finais dos cinco arcos e do conjunto misto, que acontecem neste domingo.

Nas disputas individuais, Maria Eduarda Alexandre conquistou a melhor marca de uma ginasta brasileira em etapas de Copas do Mundo, com 130.100 pontos na somatória geral, e será finalista na fita.

Ela competiu também nas maças (30.900) e marcou 32.050 na fita, terminando na sexta colocação no aparelho. Maria Eduarda Alexandre se tornou a primeira brasileira a aparecer entre as dez melhores na ginástica rítmica em etapas de Copa do Mundo.

A campeã no individual geral foi a alemã Darja Varfolomeev (140.050), seguida pela italiana Sofia Raffaeli (137.050) e pela ucraniana Viktoriia Onopriienko (133.250).

Deixe seu comentário

Só para assinantes