UEFA multa Albânia e Sérvia por uso de faixas nacionalistas de torcedores em jogos da Eurocopa

A UEFA multou, nesta quarta-feira, as federações de futebol da Albânia e da Sérvia por conta da ação de seus respectivos torcedores que exibiram faixas com mapas nacionalistas em jogos da Eurocopa. O valor da punição foi de 10 mil euros (pouco mais de R$ 58,7 mil).

Cada federação foi responsável de "transmitir mensagens provocativas impróprias para um evento desportivo" porque são responsáveis pela conduta dos seus adeptos nos estádios, informou a entidade.

Os torcedores da Albânia exibiram uma faixa com um mapa do seu país estendendo as suas fronteiras até ao território das nações vizinhas. Isso foi mostrado durante a derrota por 2 a 1 contra a Itália, no último sábado, em Dortmund.

Já a bandeira dos torcedores da Sérvia incluía o território independente de Kosovo e o slogan "Não à rendição" na derrota por 1 a 0 contra a Inglaterra, em Gelsenkirchen. Um caso foi processado pela FIFA na Copa do Mundo de 2022, quando jogadores foram fotografados com uma faixa semelhante em seus vestiários antes de um jogo contra o Brasil.

A UEFA também abriu uma investigação separada sobre alegada discriminação por parte dos fãs sérvios. A federação de futebol do Kosovo apresentou uma queixa formal à entidade que comanda o futebol europeu.

A federação albanesa foi multada em mais 27.375 euros (cerca de R$160 mil) por torcedores acenderem foguetes e fogos de artifício, jogarem copos de cerveja e ainda uma invasão de campo.

As sanções foram anunciadas no painel disciplinar da Uefa horas depois de a Albânia ter empatado 2-2 com a Croácia no seu segundo jogo do Grupo B. Já a federação da Sérvia deve pagar 4.500 euros (algo em torno de R$ 26,4 mil) a mais para os torcedores que jogam copos de cerveja.

Deixe seu comentário

Só para assinantes