Gündogan brilha, Alemanha derrota Hungria e encaminha vaga no mata-mata da Eurocopa

Na base da cautela e da disciplina tática, a seleção da Alemanha superou a Hungria por 2 a 0, nesta quarta-feira, e encaminhou sua vaga no mata-mata da Eurocopa. Jogando em Stuttgart, o time da casa foi comandado por Gündogan, responsável por um gol e uma assistência.

O resultado deixou os anfitriões da Eurocopa muito perto da vaga na próxima fase. Com seis pontos no Grupo A, espera o duelo entre Escócia e Suíça, ainda nesta quarta, para saber se garantirá a vaga antes da disputa da terceira e última rodada da fase de grupos. Já a Hungria, ainda sem pontuar, tem chances remotas de classificação.

A Alemanha encerra sua participação nesta fase no domingo, quando enfrentará a Suíça em Frankfurt. No mesmo dia, a chave tem Escócia x Hungria.

Apesar da festa da torcida em Stuttgart, a Alemanha não conseguiu repetir o bom início de partida da rodada anterior. Mais cautelosa, a equipe da casa tentou cadenciar o duelo nos primeiros minutos, em contraposição à correria dos rivais, liderados pelo meio-campista Szoboszlai, do Liverpool.

A estratégia começou a dar certo a partir dos 21 minutos, com certa ajuda da defesa húngara. Gündogan entrou na área e dividiu com o marcador na pequena área. Um bate-rebate se seguiu com finalizações tortas e pixotadas de ambos os times até que a bola sobrou para Musiala mandar para as redes.

Sem se abalar, a Hungria também buscava o ataque. E levava perigo constante nas jogadas de bola parada. Aos 25, Szoboszlai acertou bela cobrança de falta e Neuer saltou para fazer bela defesa. Pouco antes dos acréscimos do primeiro tempo, Szoboszlai cobrou falta na área e Sallai cabeceou para as redes. O gol, contudo, foi anulado por impedimento.

O segundo tempo começou na mesma toada, com a Alemanha controlando os riscos e também a partida. Como toda boa jogada da Hungria passava pelos pés de Szoboszlai, os anfitriões não tiveram maiores dificuldades para neutralizar as investidas ofensivas do time húngaro.

Sem pressa, a Alemanha exibia precisão em cada passe, buscando o ataque sem a correria tão vista nesta Eurocopa até agora. Assim, numa bela jogada, trabalhada em passes curtos e rápida movimentação, a equipe da casa anotou o segundo gol, com Gündogan bem posicionado dentro da área, aos 22 minutos.

O segundo gol abriu completamente a Hungria, que passou a correr atrás do prejuízo. O confronto se tornou franco, com a Alemanha encontrando mais espaços para atacar. Na base da velocidade nos contra-ataques, os anfitriões tiveram chances para ampliar o placar. Sem sustos, a equipe alemã sacramentou a vitória e encerrou uma sequência de três jogos sem vencer os húngaros.

CROÁCIA X ALBÂNIA

Comandada pelo técnico brasileiro Sylvinho, a seleção albanesa arrancou um inesperado empate com a Croácia por 2 a 2, também nesta quarta. Em Hamburgo, Laçi abriu o placar para o time albanês aos 11 minutos de jogo. Do outro lado, a equipe croata contava com nomes de peso entre os titulares, como Modric, Gvardiol, Perisic, Brozovic e Kovacic.

Mesmo assim, a Croácia perdia o jogo até os 29 minutos do segundo tempo, quando buscou uma virada fulminante. Kramaric empatou e, aos 31, Gjasula marcou contra. O próprio Gjasula se redimiu aos 49 minutos ao anotar o gol do empate. O lance garantiu o primeiro ponto da equipe albanesa nesta Eurocopa e manteve suas chances de classificação para o mata-mata.