Alexandre Mattos revela que Dudu procurou o Cruzeiro: 'Ele quer novos ares'

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Cruzeiro, revelou neste sábado à noite que foi o atacante Dudu quem procurou o clube mineiro e mostrou confiança em final feliz pelo negócio. Depois de anunciar oficialmente a contratação, os mineiros foram surpreendidos com a possibilidade de o reforço desistir de mudar de casa.

"Dudu procurou o Cruzeiro há mais ou menos uns vinte dias, dizendo que gostaria de novos ares. Eu falei: 'Dudu, para fazer uma situação dessa, primeiro eu tenho que pedir autorização ao Palmeiras'. Ele falou: 'Não, Alexandre, eu vou comunicar ao Palmeiras que tenho esse desejo de ter novos ares'", afirmou o dirigente em entrevista à Itatiaia.

Muitos torcedores palmeirenses ficaram bastante revoltados com a saída do ídolo e as cobranças foram gigantes. Houve cobrança pelas redes sociais e até na porta da casa do jogador, o que estaria fazendo-o mudar de ideia. Mas Alexandre Mattos ressaltou que confia na palavra da presidente Leila Pereira e garante ter um documento assinado pelo clube paulista autorizando o negócio.

"Na tarde de hoje chegamos a esse acordo. O Cruzeiro cuidou muito, com todo cuidado. Antes de fazer qualquer anúncio, perguntamos ao Palmeiras: 'o acerto está de acordo? Manda o documento.' Perguntamos ao Dudu novamente, se está de acordo. Temos o documento assinado do Palmeiras com o aceite. O advogado do clube deu ok nos contratos. O empresário do Dudu deu ok. O Dudu deu ok várias vezes por telefone", enfatizou Marcelo Mattos.

"Está marcado o exame dele autorizado pelo Palmeiras. O Palmeiras não forçou nada. O Dudu que procurou o Cruzeiro. Ele quer novos ares", repetiu. "Conversei com a Leila. Ela está muito firme, disse que deu a palavra. É natural pelo tamanho do Dudu essa pressão de permanência, mas escutei da presidente do Palmeiras que não vão voltar atrás. Cabe agora aguardar o Dudu para fazer os exames."

Após o Cruzeiro divulgar o acerto com Dudu nas redes sociais, Alexandre Mattos repostou o anúncio e depois apagou. Mesmo assim, ele garante que todo o combinado segue na mesma.

"Até agora não recebi nada de diferente daquilo que foi combinado", disse o diretor. "Teve uma pressão muito forte na casa do Dudu, nada de violência. É um direito que ele tem e estamos bem esperançosos que as coisas vão caminhar bem. Óbvio que tem exames médicos, não sei ao certo como está a situação da lesão."

Deixe seu comentário

Só para assinantes