Pedro Henrique volta a sentir problema muscular no Corinthians; time do clássico é mistério

Pedro Henrique não entraria em campo diante do São Paulo, neste domingo, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão. Mas fazia transição física para ser opção em breve com a ausência de Romero, na seleção paraguaia para a Copa América. O atacante, contudo, voltou a sentir o problema muscular na coxa esquerda e se tornou novamente problemas para António Oliveira, que esconde o time para o clássico.

Nesta sexta-feira, dando mais um passo em sua reabilitação no Centro de Treinamento Joaquim Grava, Pedro Henrique trabalhava na transição física quando voltou a sentir dores e teve de deixar o campo mais cedo.

"Pedro Henrique, que já estava na transição após ter tratado uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, voltou a sentir dores na região e está em recuperação com a equipe de fisioterapia", anunciou o Corinthians.

Sem Fagner, Gustavo Henrique, Félix Torres, Maycon, Garro e Romero, António Oliveira fez a primeira atividade técnica e tática para o clássico, no qual tentará derrubar a invencibilidade de Luis Zubeldía. E misturou as peças trabalhando opor setores.

Ciente que o time necessita melhorar ofensivamente após somente cinco gols em oito rodadas do Brasileirão, o treinador português deu ênfase nas finalizações, um ponto fraco do time desde o começo do ano. E colocou atacantes para encararem defensores no mano a mano.

Para também tentar melhorar o retrospecto defensivo, o técnico buscou ajustar o setor, bastante mexido e apenas com uma peça que começou o Brasileirão: Hugo. Cássio foi embora, Fagner está machucado, Gustavo Henrique suspenso e Torres com a seleção equatoriana.

Caetano, que foi lateral-esquerdo improvisado com António Oliveira, deve formar a defesa com Cacá. Mas o substituto de Garro deve ser guardado a sete chaves até momentos antes do clássico, com opções bem distintas ao armador argentino.