Torcida do Santos conversa com time, mantém apoio, mas considera 'vexame' a derrota no Sul

Dois dias depois de o Santos sofrer uma de suas piores derrotas da história - 7 a 1 para o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre -, a principal torcida organizada santista se reuniu com jogadores e comissão técnica, no CT Rei Pelé, para dizer que mantém seu apoio ao time, mas considerou o resultado um 'vexame'.

"Na manhã de hoje, a Torcida Jovem do Santos se fez presente no CT Rei Pelé, através de lideranças atuais e históricas, para falar com jogadores e comissão técnica após o vexame de domingo, onde externamos a completa revolta com a situação", disse a nota.

"Nós sabemos que derrotas acontecem, até mesmo dentro de nossa casa, como foi na semana passada, e ainda sim sustentamos nosso apoio até o último atleta sair de campo. Entretanto, uma situação como essa é de completa impossibilidade dentro de qualquer cenário. Foi ressaltado, olhando com hombridade nos olhos de cada envolvido, que não há espaço para ocasiões como essa no Santos", completou o comunicado.

O Santos volta a jogar na quinta-feira, ás 21h30, na Vila Belmiro, diante do Coritiba, pela 29ª rodada do Brasileirão. O time alvinegro é o 18º colocado, com 30 pontos, à frente apenas de Coritiba (20) e América-MG (19). O Vasco, que também tem 30 pontos, fica em 17º por ter um saldo de gols melhor. O Goiás, com 31, é o primeiro time fora da zona de rebaixamento.