Anderson Silva esclarece regras após luta morna contra Chael Sonnen: "Não valia nocaute"

Para boa parte dos torcedores que ficaram acordados até tarde neste sábado (15) para acompanhar o 'Spaten Fight Night', o desempenho de Anderson Silva em sua luta de despedida do Brasil foi aquém do esperado. Ciente da expectativa criada pelos seus fãs, 'Spider' fez questão de esclarecer as regras do confronto - considerado morno - disputado contra Chael Sonnen. De acordo com o ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC, o caráter de exibição do duelo impedia um ímpeto maior dentro do ringue.

Em conversa com a imprensa após a luta, que contou com a presença da equipe de reportagem da Ag Fight, Anderson revelou que não era permitido, por exemplo, nocautear o falastrão americano. Além disso, Spider explicou que independentemente de seu desempenho, o combate teria o empate como resultado oficial. O esclarecimento é pertinente, já que muitos torcedores ficaram confusos com o empate, já que o brasileiro foi claramente superior durante os cinco rounds.

"Era uma luta de exibição. Então, como uma luta de exibição, não valia nocaute. Era uma luta que não tinha resultado, era de exibição. Mas acho que a gente deu um bom espetáculo. As pessoas vão sempre esperar um monte de coisas (expectativa dos fãs). Foi incrível (a despedida), foi muito mais do que eu esperava", explicou 'Spider'.

Próxima luta à vera

Na próxima vez que Anderson pisar nos ringues, a intensidade de seu desempenho não tende a ser um assunto central ou tema de polêmica. Isto porque o veterano competirá em uma luta profissional em sua próxima aparição. Sem revelar o adversário, o brasileiro afirmou que o palco da disputa será Dubai (EAU) e garante que será um grande desafio.

"Os planos agora. Eu volto para Bahia, continuo treinando. Vou ter uma luta que não é de exibição em Dubai. Não é a última luta, vou continuar lutando (risos). Mas não vai ser de exibição. Não tem data ainda, vai ser no boxe. Estamos negociando, mas não posso falar o rival, porque o contrato é em sigilo, então não posso falar. Não (é alguém que já lutei). É mais um grande desafio na minha vida", projetou Silva.

O combate entre Anderson e Sonnen não contou com um vencedor, mas os outros duelos do Spaten Fight Night sim. Na luta de abertura, nas regras do MMA, Bia Mesquita finalizou Jojo Ramos no primeiro round. Filho de Spider, Kalyl Silva derrotou Paulo Roberto nas regras do boxe. Também no ringue, Hebert Conceição superou Esquiva Falcão, em um embate de pugilistas brasileiros medalhistas olímpicos.

Deixe seu comentário

Só para assinantes