Anderson Silva faz luta de despedida no Brasil em evento fechado ao público

Neste sábado (15), Anderson Silva competirá pela última vez na carreira em solo brasileiro. Um dos maiores ídolos nacionais dos esportes de combate, o ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC duela contra o velho conhecido Chael Sonnen em uma trilogia nas regras do boxe, em São Paulo. Mas a despedida de 'Spider' não será 'nos braços do público', como os fãs e o próprio atleta desejavam. Isto porque o 'Spaten Fight Night', evento que promove o 'adeus' do striker curitibano, será fechado ao público.

O card será realizado no Komplexo Templo, em São Paulo, e fechado para cerca de 600 convidados. Com uma outra proposta, o 'Spaten Fight Night' tenta promover uma espécie de noite de gala, com, além de combates, atrações de entretenimento. O evento contará com shows de renomados artistas, como Seu Jorge, o duo 'Deekapz' e DJ Patty Luz.

Sincero, Spider lamenta ausência de público

Por mais que esbanje tranquilidade e bom-humor às vésperas de seu duelo contra Sonnen, Anderson Silva admite que gostaria de contar com a presença de seus fãs na sua última luta no Brasil. Em entrevista exclusiva à equipe de reportagem da Ag Fight, Spider foi além e destacou que a sede ideal para sua despedida seria a Neo Química Arena - estádio do Corinthians, seu time de coração.

"Na verdade, gostaria que fosse (um evento) aberto ao público. Muitas pessoas me ligando, fãs me pedindo: 'Poxa, não vai ser aberto ao público?'. Eu gostaria. Se eu pudesse escolher, gostaria que (a luta) fosse no estádio do Corinthians e aberto ao público. Para as pessoas poderem assistir essa despedida para os meus fãs todos do Brasil. Vai ser televisionado (o evento), mas seria legal poder ter meus fãs dentro de um estádio vendo minha última luta aqui no Brasil. Despedida do Brasil para os brasileiros. Iria ser legal", opinou Spider.

Pai e filho juntos

Se por um lado Anderson não contará com uma atmosfera lotada de torcedores a seu favor, por outro, o veterano de 49 anos de idade viverá uma experiência inédita na carreira: competir no mesmo card que seu filho, Kalyl Silva. Com apenas 25 anos, o pupilo de Spider entra em ação contra Paulo Roberto, em duelo preliminar do Spaten Fight Night, também nas regras do boxe. Ciente da pressão em sua 'cria', o ex-campeão do UFC aconselhou Kalyl a evitar eventuais comparações e focar somente em si.

Planos para o futuro

Não há dúvidas de que a carreira como lutador profissional de Anderson Silva está próxima do fim. Entretanto, isso não impede o brasileiro de fazer planos para o futuro. Durante a 'semana da luta', Spider revelou que possui negociações avançadas para disputar uma luta de boxe profissional em Abu Dhabi (EAU). Por questões contratuais, o brasileiro não indicou nem a data nem o oponente para a ocasião.

Deixe seu comentário

Só para assinantes