Anderson Silva recusa desafio de Vitor Belfort e provoca: "Vai correr atrás do Popó"

Anderson Silva tem em seu currículo adversários de grande calibre, com quem construiu intensas rivalidades ao longo dos anos. Um deles é Chael Sonnen, contra quem duela no boxe no próximo sábado (15), em São Paulo, no 'Spaten Fight Night'. A âmbito nacional, porém, muitos apontam Vitor Belfort como seu principal rival, por conta do tradicional combate que alavancou de vez o MMA dentro do Brasil, em 2011. Apesar do histórico com o compatriota, 'Spider' refuta qualquer tipo de possibilidade de encarar o 'Fenômeno' em uma eventual revanche.

Durante conversa com a imprensa - que contou com a presença da equipe de reportagem da Ag Fight - após a irreverente encarada com Sonnen, Anderson recusou o desafio de Belfort e destacou que o atleta carioca precisa 'virar a página'. Sem perder a oportunidade, Spider aproveitou para alfinetar Vitor, relembrando o desfecho do confronto entre os dois, e salientando que o compatriota deveria focar em encaminhar um duelo contra Acelino Popó Freitas (veja acima ou clique aqui).

"Não, de forma alguma (lutaria com o Vitor). O Vitor - deixa eu explicar uma coisa para vocês. A história com o Vitor já acabou, ele já tomou o dele e acabou. Não tem mais o que ele falar. Vitor, você já tomou o seu, não adianta ficar falando. Vai correr atrás do Popó. Não tem o que fazer. O que seria melhor do que aquela 'bica' que eu dei no Vitor? Só se ele entrasse no ringue, eu desse um sopro e ele caísse. Não tem mais nada que pode acontecer. Ele tem que dormir com essa, que ele perdeu com uma 'bica' na cara. E eu tenho que dormir com a ideia de que perdi duas vezes para um cara (Weidman) que era uma zebra. Tenho que dormir com isso, não ficar desafiando o cara. As pessoas têm um problema sério, principalmente lutadores. Se você perdeu para o cara, perdeu. O cara foi melhor que você. Teve a oportunidade de lutar? Teve. Então acabou. Para com essa p***. Vitor, para. Está feio", declarou Silva.

Despedida no Brasil

A trilogia contra Chael Sonnen, dessa vez nas regras do boxe, servirá como o 'adeus' de Anderson como lutador profissional em solo brasileiro. Aos 49 anos, o ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC ainda deve disputar ao menos mais um combate futuramente - ainda sem local e rival definidos. O embate contra o falastrão americano, sediado em São Paulo, contará com transmissão da TV Globo e do canal Combate.

Deixe seu comentário

Só para assinantes