PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Thiago 'Pitbull' revela fim de contrato com 'BKFC' e indica possível retorno ao MMA

Ag. Fight

28/05/2022 07h30

Depois de conquistar o cinturão inaugural do peso-médio do Bare Knuckle FC, em junho do ano passado, Thiago 'Pitbull' Alves segue sem colocar seu título em jogo. E, de acordo com o próprio lutador brasileiro, sua trajetória na organização que promove combates de boxe sem luvas pode ter chegado ao fim sem que seu primeiro compromisso como campeão se materializasse.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', o ex-lutador do UFC revelou que seu contrato com o 'BKFC' expirou no último dia 12 de maio e indicou que a continuidade de sua carreira deve se dar fora do evento de boxe sem luvas. 'Pitbull' - que até alguns meses atrás estava empolgado com a possibilidade de defender seu cinturão contra o também ex-atleta do Ultimate Mike Perry - não escondeu a decepção pelo confronto contra o americano não ter sido agendado pela organização e se mostrou aberto para receber novas ofertas de outras ligas.

"Infelizmente, eu acho que não vai acontecer (a defesa de título). Eu passei por uma cirurgia logo depois de me tornar campeão. Nós estávamos conversando, que dentro de seis a oito meses eu estaria apto a competir novamente. Aí Mike Perry entrou no cenário, porque eu estou em um ponto na minha carreira onde eu quero as grandes lutas, lutas que fazem sentido, que vão trazer mais dinheiro para mim e minha família. Ele estreou bem, eu dei algumas entrevistas tentando promover a luta. Eu sabia que eles tinham um evento marcado para 24 de junho, que vai acontecer agora, e eu pensei que seria a minha luta contra ele. Infelizmente, esse não é o caso. E tudo bem, eu estou de boa com isso. Eu esperei muito tempo, tem sido difícil, porque eu estou muito inativo e eu não gosto disso. Então, eu estou pronto para ir embora e explorar o que tem por aí", explicou Thiago Alves, antes de completar.

"Para mim era um negócio fechado. Por isso que eu comecei a promover a luta. (Mas) aparentemente ele não quer me enfrentar. Foi isso que eu escutei. Ele não quer me enfrentar ou a organização não quer que eu lute com ele. Eu não sei qual é a verdadeira razão. Mas o que eu sei é que não me apresentaram nenhuma forma de contrato. Eles mencionaram alguns nomes, mas nenhuma compensação foi discutida até o momento, e já tem quase um ano. Eu acho que já passou dos limites e eu estou pronto para ir embora, pronto para ver o que existe para mim lá fora", afirmou o brasileiro, em entrevista realizada nos bastidores do último evento promovido pelo 'Eagle FC'.

O evento comandado pelo ex-campeão do UFC Khabib Nurmagomedov, inclusive, é visto por 'Pitbull' como um possível novo lar. Com a relação com o 'BKFC' praticamente encerrada e disposto a ouvir novas propostas, o brasileiro admitiu que possui conversas abertas tanto com o 'Eagle FC', que tem apostado na contratação de vários atletas com passagens pelo Ultimate, como com a 'Triller', promoção voltada ao boxe e suas variações, mas que também já possui um histórico de trabalho com ex-lutadores de MMA.

"O boxe sem luvas foi, inicialmente, pelo desafio... E pelo contrato - eu tive um bom contrato - e o desafio foi algo completamente diferente do que eu estava fazendo. Porque eu nunca tinha lutado só boxe. Eu tive uma luta amadora de boxe muito tempo atrás, eu era um garoto. E lutar boxe sem luvas, isso era atrativo. Eu fiz o que tinha que fazer e agora estou empolgado para meio que voltar para as minhas raízes, o MMA. Ou, eu ouvi que o Eagle FC vai promover lutas de muay thai com luvas de MMA, isso está dentro do meu repertório. Sim, estou animado com o futuro. (...) Existem conversas no momento, (entre o Eagle FC) com meu empresário Ali (Abdelaziz), ele vai garantir que eu consiga o melhor contrato possível. Nós ainda estamos explorando outras possibilidades, com a Triller", revelou o veterano.

Em quase duas décadas dedicadas ao MMA profissional, Thiago Alves acumulou 23 vitórias e 15 derrotas em seu cartel. Com grande parte da carreira construída no UFC, o brasileiro viveu seu melhor momento entre 2006 e 2009, quando chegou a disputar o título peso-meio-médio (77 kg) da organização, sendo derrotado pelo então campeão Georges St-Pierre. Após deixar a entidade presidida por Dana White, em 2019, 'Pitbull' assinou com o Bare Knuckle FC, onde venceu seus dois compromissos, o último deles contra Ulysses Diaz, no qual sagrou-se campeão dos médios.

Esporte