PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Daniel Cormier aponta Chandler como provável adversário de McGregor no UFC

Ag. Fight

28/05/2022 07h00

Derrotado nas duas últimas lutas e em fase final de recuperação por conta da lesão sofrida na perna, em julho, Conor McGregor se prepara para retornar ao UFC no segundo semestre de 2022. E, como o ex-campeão da companhia é um sucesso comercial, grandes duelos não faltam ao mesmo. Dessa forma, a imprensa especializada especula quem 'Notorious' vai enfrentar no octógono, e Daniel Cormier já deu seu palpite.

Ao participar de um programa na 'ESPN' americana, o ex-campeão do UFC e atual comentarista classifica Michael Chandler como provável adversário de McGregor para seu retorno à ação. Cormier não esconde que é fã do antigo ícone do Bellator por conta do seu estilo de luta explosivo no octógono, pela sua capacidade de comunicação fora dele e por isso sinaliza que o atleta combina com irlandês. E, de fato, 'Iron' passou a ser um dos lutadores favoritos para parte dos fãs de MMA por reunir tais características.

Após impressionar ao aplicar um nocaute assustador em Tony Ferguson, Chandler, imediatamente, desafiou 'Notorious' para uma luta. E essa não foi a primeira vez que o americano expressou o interesse em encarar o ex-campeão do UFC. Contudo, ao contrário dos demais lutadores, 'Iron' não provoca o irlandês e sim o enaltece por seus feitos no MMA. Para alegria do wrestler, o astro do esporte o elogiou e concordou em enfrentá-lo no futuro. Mas, de acordo com Cormier, o duelo entre os atletas deve acontecer já na sequência.

"Eu tenho dois nomes. Sei com quem McGregor deve lutar e sei com quem ele provavelmente lutará. Quem eu acredito que McGregor vai lutar é Chandler, porque Chandler tomou o UFC como uma tempestade. Esse cara só teve quatro lutas no UFC, agora tem o maior nocaute por chute frontal de todos os tempos, nocauteou Hooker, lutou pelo cinturão, fez a luta do ano contra Gaethje, então seu currículo é forte, seu perfil é forte e, cada vez que ele vence uma luta, pula no microfone e faz uma declaração. Em sua última luta, ele declarou que está pronto para enfrentar McGregor. Acho que essa luta funciona. Acho que Chandler vai enfrentá-lo nos termos que McGregor quer lutar e Chandler está disposto a lutar com ele nos meio-médios", declarou 'DC'.

Por outro lado, Cormier é claro ao explicar que, como McGregor atravessa fase delicada na carreira, o ideal é o mesmo voltar ao UFC contra uma concorrência mais acessível, justamente, para recuperar a confiança. Logo, 'DC' sinalizou que 'Notorious' deveria realizar a trilogia com o desafeto Nate Diaz que, assim como ele, já viveu seus melhores momentos no esporte. De qualquer forma, como a rivalidade envolvendo os ícones do MMA segue viva e empatada, o decisivo confronto entre eles deve ser um novo sucesso de vendas para a empresa.

"Quem ele deveria lutar é Nate Diaz. Eles deveriam completar essa trilogia. É uma luta enorme. Eles não estão necessariamente na corrida pelo título agora. É uma luta divertida. Nós vimos isso duas vezes e ambos entregaram. Acho que está equilibrado e que ele deveria lutar contra Nate. McGregor deveria lutar com Nate, mas acho que ele vai lutar com Chandler", concluiu.

Conor McGregor, de 33 anos, vive má fase no MMA, mas segue como principal nome do UFC. Dois anos após sua estreia na organização, o astro irlandês se transformou em um fenômeno do esporte e conquistou o cinturão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg). Mesmo com duas derrotas seguidas, 'Notorious' está confiante de que vai dar a volta por cima na modalidade. Seus triunfos mais marcantes foram contra Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. O atleta possui um cartel composto por 22 vitórias, sendo 20 pela via rápida e 19 delas por nocaute, e seis derrotas.

Esporte