PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Deiveson Figueiredo estipula condição para eleger seu próximo rival no UFC

Deiveson Figueiredo é campeão dos moscas do UFC - Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images
Deiveson Figueiredo é campeão dos moscas do UFC Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

29/01/2022 06h00

Novamente dono do cinturão peso-mosca (57 kg) do UFC, Deiveson Figueiredo será o alvo de todos os integrantes da divisão que almejam chegar ao topo. Mas não será uma tarefa simples convencer o campeão a escolher seu próximo oponente na companhia. Afinal, o brasileiro adiantou que não é só o que o atleta faz dentro do octógono que lhe garantirá o posto de desafiante, mas também a sua atuação fora dele.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (clique aqui), o 'Deus da Guerra', ciente de como funciona o mercado no Ultimate nos dias atuais, afirmou que só quer fazer duelos que lhe rendam mais retorno financeiro. Desta maneira, questionado sobre quem gostaria de encarar em sua próxima apresentação, o atleta natural de Soure (PA) revelou que o adversário que fizer mais barulho nos bastidores será o eleito.

"Tem que aprender a vender né?! Estou jogando isso no ventilador. Na 57 kg os caras têm que aprender a vender. Os caras são muito calados, querem pagar de amigos antes da luta. Não existe esse papo de amigo antes de luta. Antes de luta todo mundo quer se matar. Então eles têm que aprender a vender", disse, antes de citar alguns nomes.

"Tem o (Kai) Kara-France, (Alexandre) Pantoja... O Pantoja tem tudo para lutar comigo, só tem que saber vender. Ele é muito calado. Até nas postagens dele fala muito bonitinho. Tem que ser mais estilo Wallid (Ismail)", completou o campeão dos moscas do UFC.

Outro lutador que poderia estar na lista de Deiveson é Brandon Moreno. Antes da terceira luta entre eles, o brasileiro elevou o tom e desferiu diversas provocações em direção ao desafeto. Porém, após o duelo no UFC 270, com vitória de 'Daico', os papeis se inverteram e agora é o mexicano que vem pedindo por um quarto duelo. No que depender do campeão, essa rivalidade é página virada, mas não deixou de alfinetar o rival.

"Acho que não tem mais nada. A primeira luta eu venci e venci a terceira, então está dois a um. Ele vai ter que fazer um 'trash talk' para fazer essa luta. E no meu tempo, porque eu esperei o tempo dele. Agora vai ter que respeitar e esperar a boa vontade do pai dele. Ele vai ser meu maior patrocinador. Falei para ele antes da luta: 'Estou aqui para pegar meu cinturão e como tu falaste que eu sou seu maior patrocinador, vou tomar seu patrocínio e fazer você virar o meu maior patrocinador'", finalizou o paraense de 34 anos.

No MMA profissional desde 2012, Deiveson Figueiredo, de 32 anos, soma 21 vitórias, sendo 17 pela via rápida (nocaute ou finalização), duas derrotas e um empate na modalidade. O paraense estreou no Ultimate em 2017 e, dentro do octógono mais famoso do mundo, possui dez triunfos, dois reveses e um empate. Suas maiores vitórias na companhia foram diante de Brandon Moreno, Alexandre Pantoja e Joseph Benavidez.

MMA