PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tribunal retira acusações de agressão contra Chael Sonnen após polêmica em Las Vegas

Ag. Fight

28/01/2022 12h39

Enfim, Chael Sonnen pode comemorar. Em dezembro, em Las Vegas (EUA), o ex-lutador e atual comentarista de MMA foi detido pela polícia por, supostamente, se envolver em uma briga generalizada, na qual atacou cinco pessoas diferentes, e recebeu uma citação por agressão para cada vítima. Contudo, na última quinta-feira (27), o tribunal que julgou o caso retirou todas as acusações feitas contra o veterano. A informação foi divulgada pela 'ESPN' americana.

De acordo com os registros do tribunal, o caso foi encerrado com acusações 'dispensadas pelo tribunal sem prejuízo', o que significa que pode ser reapresentado em uma data posterior. Em dezembro, Sonnen foi acusado de discutir com um casal e brigar com o homem em um hotel de Las Vegas. Inclusive, o ex-lutador teria sido algemado pela polícia local após o incidente.

Mais tarde, o oficial de informação pública da polícia de Las Vegas confirmou que Sonnen agrediu cinco pessoas diferentes. Como o episódio ocorreu sem a presença de um policial, o veterano não foi preso. Vale pontuar que nenhum ferimento foi relatado por qualquer parte.

Bastante conhecido da comunidade do MMA por conta de seu 'trash talk', Chael Sonnen, de 44 anos, se tornou um dos personagens mais marcantes do esporte e virou uma espécie de personalidade. O americano se destacou na modalidade ao atuar no UFC, mas também viveu bons momentos no WEC e no Bellator.

Na organização liderada por Dana White, o ex-lutador chegou a disputar o título do peso-médio (84 kg) e dos meio-pesados (93 kg), mas foi superado por Anderson Silva (duas vezes) e Jon Jones, respectivamente. Seus principais triunfos foram sobre Aleksei Oleinik, Brian Stann, Maurício 'Shogun', Michael Bisping, Nate Marquardt, Paulo Filho, Quinton 'Rampage' Jackson, Renato 'Babalu', Wanderlei Silva e Yushin Okami.

Esporte