PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Julianna Peña revela conversas para liderar temporada do 'TUF' ao lado de Amanda Nunes

Ag. Fight

27/01/2022 17h06

Ainda em ritmo de comemoração após destronar Amanda Nunes e conquistar o cinturão peso-galo (61 kg) do UFC, Julianna Peña já pensa em colher os frutos do seu reinado e traça planos para o futuro. Com a revanche contra a 'Leoa' já praticamente confirmada, com seu aval, para sua primeira defesa de título, a americana vislumbra se envolver em um importante projeto antes de reencontrar a brasileira dentro do octógono.

Em entrevista à 'BT Sport', nos bastidores do UFC 270, no último fim de semana, Julianna afirmou que gostaria de capitanear, ao lado da 'Leoa', a próxima edição do reality show 'The Ultimate Fighter' e revelou, inclusive, que já houve uma conversa sobre o assunto com o UFC. Vale lembrar que a americana surgiu para o grande público ao vencer a 18ª temporada do 'TUF', em 2013.

"Eu adoraria permanecer ativa, no verão seria bom pra mim. Eu acho q seria uma boa volta. Isso é meio onde eu estou mirando. Se eu pudesse - um sonho a ser realizado para mim seria treinar no The Ultimate Fighter e depois ir direto para a revanche. Esse é um cenário perfeito. Eu sei que nós não vivemos em um mundo perfeito, isso é o que eu gostaria. Mas, desde que eu consiga a revanche, a qualquer momento, isso é o que me faria mais feliz", declarou Peña, antes de revelar que já houve uma conversa sobre a possibilidade de liderar a próxima temporada do 'TUF'.

"Sim, já teve (uma conversa sobre o TUF). Vamos ver", se limitou a responder a campeã peso-galo do UFC.

Vencedora da 18ª temporada do reality show 'The Ultimate Fighter', Julianna Peña chegou ao título peso-galo do UFC no último dia 11 de dezembro, ao finalizar a então campeã da categoria Amanda Nunes no segundo round da disputa, válida pelo co-main event da edição de número 269, sediada em Las Vegas (EUA). Por conta do histórico dominante da 'Leoa' na divisão, onde reinava desde 2016, uma revanche imediata deve ser confirmada oficialmente pela organização nos próximos meses, e a baiana deve ter a oportunidade de recuperar seu cinturão. Vale lembrar que Amanda ainda é a detentora do cinturão peso-pena (66 kg) do Ultimate.

Esporte