PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Gane nega ter se surpreendido com tática de Ngannou: "Era a maior chance dele"

Ag. Fight

24/01/2022 12h03

Conhecido por seu devastador poder de nocaute, Francis Ngannou pegou grande parte da comunidade das lutas de surpresa ao optar pelo jogo de quedas e controle posicional no solo para superar Ciryl Gane, na luta principal do UFC 270, realizado no último sábado (22), em Anaheim (EUA). Mas, ainda que não tenha conseguido neutralizar a inusitada estratégia aplicada pelo campeão dos pesos-pesados na disputa, o francês, ao que parece, não foi pego desprevenido.

Em entrevista coletiva após o evento, Gane negou ter se surpreendido com a tática utilizada pelo rival, já que, em sua visão, o wrestling era uma das poucas áreas onde Ngannou poderia levar vantagem no confronto. Vale lembrar que 'Bon Gamin' e o camaronês foram companheiros de equipe no passado, o que faz com que ambos conheçam os pontos fortes e fracos um do outro melhor do que a maioria dos rivais.

"Não foi uma surpresa. Nós já sabíamos que era uma de suas maiores chances para vencer alguns rounds. Ele fez isso e fez muito bem, então bom trabalho. Nós já sabíamos que era a maior chance que ele tinha", afirmou Gane, antes de completar.

"Ele realmente não me surpreendeu na trocação, no muay thai, no wrestling. O wrestling não foi realmente tão bom. Foi mais sobre força. Eu não me surpreendi com nada disso, mas ele fez bem", concluiu.

Mais rápido e com melhor movimentação dentro do octógono, Ciryl Gane conseguiu se portar bem nos primeiros rounds da disputa contra Francis Ngannou, controlando a distância, a fim de evitar as mãos pesadas do rival, e pontuando com sua maior variedade de golpes. Porém, no decorrer da peleja, o camaronês passou a buscar a luta agarrada, conseguindo boas quedas e usando seu peso para manter um bom controle posicional sobre o francês no solo, garantindo a vitória e a manutenção do título dos pesos-pesados do UFC.

Esporte