PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Campeão do UFC, Volkanovski rebate ataque feito por Chikadze: "Saco de pancadas"

Ag. Fight

19/01/2022 08h00

Giga Chikadze tomou um verdadeiro choque de realidade no UFC Vegas 46. No evento que aconteceu no último sábado (15), o atleta estava invicto na companhia contra Calvin Kattar e foi apontado por parte da comunidade do MMA como favorito, mas o que se viu no octógono foi um domínio do americano, que venceu o embate por decisão unânime. Como o renomado striker esbanjou confiança antes da luta e chegou a provocar Alexander Volkanovski, o campeão do peso-pena (66 kg) se pronunciou.

Após Max Holloway agravar sua lesão e sair da trilogia contra Volkanovski, Chikadze pediu para substituir o havaiano, ignorando assim sua luta com Kattar. Não satisfeito, o pupilo de Rafael Cordeiro se nomeou como o lutador ideal para destronar o campeão do peso-pena do UFC. Após tomar conhecimento de que a organização anunciou Chan Sung Jung como novo oponente do australiano, o atleta acusou o rival de estar com medo e que por isso escolheu um adversário vencível. Dessa forma, 'The Great' não deixou tais ataques passarem batidos.

Cada vez mais confiante e dominante no peso-pena do UFC, Volkanovski, em entrevista ao site 'MMA Fighting', cravou que Chikadze não está pronto para integrar a elite da divisão. Como o rival perdeu todos os rounds do combate para Kattar, sendo um deles por 10×8 para um dos juízes laterais, o campeão da categoria ressaltou que o mesmo deveria agradecer por não ser seu adversário, porque garantiu que iria aplicar um castigo ainda maior. Sem titubear, 'The Great' classificou o desafeto como um lutador superestimado, unidimensional e frisou que este tipo de atleta não vai longe no esporte.

"Vai ter gente que vai falar besteira e tudo mais. Faz parte do jogo, entendemos isso. Mas há outros lados e então há um desrespeito real, não apenas para mim, mas para Kattar também. Você tem um homem, um dos principais candidatos na sua frente, e age como se fosse passar por ele. Há tantas coisas que entram em jogo. Chikadze disse que estava ansioso para lutar comigo e falei para ele continuar fazendo o que está fazendo, que iria acontecer, mas começou. Não sei, talvez ele tenha pensado que esse era o caminho a seguir. Ele começou a provocar e muitas pessoas como eu achavam que era melhor ele vencer ou então ficaria muito ruim. Foi uma má escolha, porque agora ele parece um pouco idiota", declarou o campeão, antes de completar.

"Acho que o UFC Vegas 46 foi uma grande revelação para Chikadze. Contra bons lutadores, você não pode confiar apenas em um chute. Você sabe, aquele chute 'Giga'. Apenas mostrou que se você anular o chute, ele acaba sendo um saco de pancadas. Mais uma vez, é por isso que você tem que lutar contra os principais concorrentes. Lute contra todos os caras no topo, caras que vão misturar tudo. Veja onde você está antes de pensar em enfrentar o campeão. Você pode imaginar quando começa a falar sobre fazer ajustes, planejar a estratégia, o cardio, todas essas ferramentas que tenho. Eu teria feito ele ficar bem mal. Você pode imaginar. Antes de querer eliminar o campeão, experimente enfrentar alguns desses caras bons para ver onde você está. Chikadze mostrou que não está realmente no nível mais alto", concluiu.

Alexander Volkanovski, de 33 anos, protagonizou uma trajetória impressionante para se tornar campeão do peso-pena do UFC. 'The Great' estreou pela organização em 2016, conquistou o título da categoria três anos depois, realizou dez lutas e venceu todas. Apesar do reinado do australiano ser recente, o atleta possui triunfos expressivos sobre Brian Ortega, Chad Mendes, José Aldo e Max Holloway (duas vezes) e já disputa o status de melhor lutador da história da divisão.

Esporte