PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Treinador de Gane admite chance de cumprimentar Ngannou, mas descarta nova parceria

Ag. Fight

18/01/2022 10h52

Os protagonistas do UFC 270 são Francis Ngannou e Ciryl Gane, mas Fernand Lopez se destaca no meio dos campeões linear e interino do peso-pesado da companhia, respectivamente. Neste sábado (21), na Califórnia (EUA), os atletas vão disputar o título da categoria, em um dos embates mais aguardados da história dela, e o clima entre eles é de rivalidade, muito por conta do profissional, mas este propôs uma trégua ao camaronês.

Em entrevista ao 'Submission Radio', Lopez, que é ex-treinador de Ngannou e atual mentor de Gane, admitiu que, como vai encontrar o antigo aluno constantemente para realizar os compromissos do UFC, as chances de cumprimentá-lo, mesmo não tendo uma boa relação, são grandes. Vale destacar que tanto o profissional, quanto o campeão linear do peso-pesado da companhia se conhecem de longa data e costumam trocar acusações e provocações com frequência e de forma pública. No passado, 'The Predator' viveu na França, treinava com 'Bon Gamin' e dormia na academia 'MMA Factory', localizada em Paris, cujo dono é Fernand.

Contudo, a relação entre Lopez e Ngannou se deteriorou a partir do momento que o segundo e 'Bon Gamin' se destacaram no esporte. Como o camaronês percebeu que as melhores oportunidades de trabalho se encontram nos Estados Unidos, mudou de país e abandonou a equipe. Dessa forma, o treinador criticou o ex-aluno por ter se deslumbrado com a fama e afirmou que o mesmo tentou impedir o UFC de contratar Gane, seu antigo parceiro de treino. Agora, o profissional tenta amenizar o clima para o confronto envolvendo os lutadores, mas garante que jamais irá reeditar a parceria de sucesso com o campeão linear do peso-pesado da companhia, porque os recentes capítulos desta história são conturbados.

"Estou totalmente cansado disso, não posso mais fazer isso. O problema é que ser autêntico não é fácil. Sempre que você é autêntico, você se mete em problemas em algum momento. Não quero soar como a ex-mulher que não consegue ir além, porque se separaram. Estou realmente aberto a apertar a mão de Ngannou a qualquer momento ou conversar com ele a qualquer momento, mas não posso mais trabalhar com ele. É como se você estivesse trabalhando em um trabalho muito complicado e descobrisse como é trabalhar em uma zona de conforto. Então, sim, não vou voltar a trabalhar com Ngannou nunca. Mas acho que, como um cavalheiro, devemos ser capazes de dizer olá, como você está? É isso, ser educado", declarou o profissional.

Francis Ngannou, de 35 anos, estreou pelo UFC em 2015, venceu grandes nomes do MMA e se tornou um dos lutadores mais assustadores do esporte. Pela organização, 'The Predator' nocauteou Alistair Overeem, Andrei Arlovski, Cain Velasquez, Curtis Blaydes (duas vezes), Jairzinho Rozenstruik, Júnior 'Cigano' e Stipe Miocic. O campeão do peso-pesado já é apontado por parte dos fãs e da imprensa especializada como um dos principais atletas da história da categoria por conta de seu porte físico e poder.

Esporte