PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Aldo garante estar pronto para ser campeão dos galos do UFC, mas desafia Dillashaw

Ag. Fight

05/12/2021 10h48

Para parte da comunidade do MMA, José Aldo estava acabado após as derrotas para Conor McGregor, Max Holloway e Petr Yan, porém o brasileiro, novamente, deu a volta por cima na carreira. No UFC Vegas 44, evento realizado no último sábado (4), a lenda do esporte dominou Rob Font, venceu a terceira luta seguida no peso-galo (61 kg) e não só mostrou que ainda é competitivo, como também ficou próximo de disputar o título da categoria pela segunda vez.

Na entrevista pós-luta, ainda no octógono, Aldo, ex-campeão do peso-pena (66 kg) do UFC, não escondeu que seu objetivo é alcançar a mesma posição, só que agora no peso-galo. O brasileiro garantiu estar preparado para medir forças com Aljamain Sterling, detentor do cinturão linear da categoria, ou com Yan, dono do título interino e que o nocauteou em 2020. Caso tenha que realizar um novo combate para desafiar o líder da divisão, a lenda do MMA expressou o interesse em duelar com TJ Dillashaw, outro grande nome da história do esporte.

Essa não foi a primeira vez que o 'Rei do Rio' mencionou o americano como potencial adversário. Inclusive, ao tomar conhecimento do desafio feito por Aldo, o antigo rei do peso-galo do UFC até concordou em enfrentá-lo, caso não seja oficializado pela organização como o próximo lutador a disputar o título da categoria.

"Font é um cara muito duro. Eu sabia da qualidade dele, é um grande atleta, mas estou em busca do meu sonho que é ser campeão dessa categoria e ninguém vai me parar. Respeito todos, mas estou trabalhando para isso. Na próxima, eu queria lutar pelo título, mas não sabemos quando será a próxima luta pelo título. Então, acho que eu e Dillashaw estamos aí. Se ele estiver apto para a próxima luta, para ser desafiante ao título, Dillashaw seria um ótimo oponente", declarou Aldo.

José Aldo, de 35 anos, é um veterano do MMA, considerado por parte da imprensa e dos fãs como um dos principais lutadores da historia do esporte. O brasileiro estreou pelo UFC em 2011, disputou 19 lutas, venceu 13 e perdeu seis vezes. Atualmente, o atleta se encontra em quinto lugar no ranking do peso-galo. Seus triunfos de maior destaque na modalidade foram diante de Chad Mendes (duas vezes), Cub Swanson, Frankie Edgar (duas vezes), Jeremy Stephens, Kenny Florian, Marlon Vera, Mike Brown, Pedro Munhoz, Renato 'Moicano', Ricardo Lamas, Rob Font, Urijah Faber e 'Zumbi Coreano'.

Esporte