PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Kevin Lee é suspenso por doping e se defende ao alegar tratamento contra ansiedade

Ag. Fight

Ag. Fight

21/10/2021 10h54

Após ser derrotado por Daniel Rodriguez, em agosto, Kevin Lee não tem ideia de quando vai ter a chance de pisar no octógono mais famoso do mundo novamente. Mas antes que pensem que o americano está com uma nova lesão, o motivo não é esse. O meio-médio (77 kg) foi suspenso temporariamente pela Comissão Atlética de Nevada após testar positivo para uso de adderall, um estimulante proibido.

O americano, depois de receber a notificação, fez questão de vir a público para explicar sua situação. O lutador revelou, através de suas redes sociais (clique aqui ou veja abaixo), que fez uso do medicamento indicado para tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade e deixou claro que sua intenção não era enganar o UFC, nem a Comissão. Além disso, o atleta se desculpou e prometeu dar a volta por cima no esporte.

"Testei acima do limite permitido pela Comissão Atlética do Estado de Nevada na minha luta mais recente. Em 2018, fui diagnosticado com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) adulto, isso sempre me afetou. Não descobri um tratamento real para o diagnóstico até 2020, quando estava me recuperando de minhas cirurgias duplas no joelho. Um médico me prescreveu Adderall para melhorar minha saúde mental. Eu falei com os representantes da USADA, mas não solicitei a Isenção de Uso Terapêutico do NSAC antes da minha última luta. Por isso, eu realmente peço desculpas ao UFC, à comissão, ao meu oponente, Dana White, aos matchmakers, Sean Shelby e Mick Maynard e aos fãs", disse, emendando.

"Nunca foi minha intenção obter uma vantagem atlética. Foi uma tentativa de superar a severa ansiedade que sofro silenciosamente todos os dias. Estou cooperando ativamente com a Comissão Atlética de Nevada e espero chegar a um acordo sobre uma sanção. Vou usar esse tempo para curar e voltar mais forte. Desculpem a falta de profissionalismo que levou a essa decepção, voltarei", completou o ex-peso-leve.

Existe a expectativa para que a Comissão de Nevada analise o caso de Lee na reunião marcada para o dia 17 de novembro. Enquanto isso, o competidor segue suspenso.

Kevin Lee passa por um momento delicado no UFC. Nas últimas cinco lutas que disputou, o americano perdeu quatro. O atleta viveu sua melhor fase na liga em 2017, quando disputou o cinturão interino do peso-leve (70 kg), mas foi derrotado por Tony Ferguson.

View this post on Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Kevin Lee (@motownphenom)

Esporte