PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Belfort recorda luta com Jon Jones para justificar atitude contra Holyfield

Vitor Belfort olha Evander Holyfield no chão durante luta de boxe entre os dois - Chandan Khanna/AFP
Vitor Belfort olha Evander Holyfield no chão durante luta de boxe entre os dois Imagem: Chandan Khanna/AFP

Ag. Fight

Ag. Fight

24/09/2021 07h30

Com praticamente 25 anos de carreira nas artes marciais, Vitor Belfort passou por diversas situações no esporte que lhe trouxeram conquistas, experiência e aprendizado. Justamente este último fator foi mencionado pelo brasileiro. No último dia 22 de setembro, completou nove anos do confronto entre o 'Fenômeno' e o Jon Jones, em disputa pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) do UFC e o carioca citou este combate como divisor de águas no comportamento que carrega até os dias atuais.

O desabafo de Belfort tem uma explicação. Na luta contra Jones, o lutador chegou a encaixar uma chave de braço e soltou a posição ao reparar um incômodo no americano, perdendo uma oportunidade grande de finalizar o rival e conquistar o cinturão. Por isso, através de suas redes sociais, o ex-campeão do UFC usou esse exemplo para justificar a sua postura contra Evander Holyfield, em recente atuação no boxe e que foi criticada por uma parte da comunidade marcial.

"Ontem completou nove anos da minha luta com Jon Jones, nove anos que o mundo virou de cabeça para baixo. Onde uma fração de segundos é o suficiente para me ensinar uma grande lição que levo até hoje. Essa história começou quando ao segurar o braço do meu adversário eu senti que algo estava errado e deixei o meu espírito esportista falar mais alto. Foi onde perdi a razão e deixei a emoção, em fração de segundos dominar minha atitude.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Vitor "The Phenom" Belfort (@vitorbelfort)

E tem momentos que você tem que agir com firmeza, determinação e com foco no que você se preparou para fazer. Para chegar nessa luta eu me preparei muito, mas nada disso é o bastante se na hora de tomar decisão você deixa de lado todo o seu comprometimento e esquece quem precisa ser. A minha fraqueza, naquele momento, foi suficiente para perder o controle da situação. Mas o que isso tem a ver com a sua vida?

A honra de um atleta, de uma mãe, de um pai, de um engenheiro, de um advogado, de um professor, é sem sombra de dúvidas ser o melhor no que se comprometeu a ser feito.

E quando na minha última luta com o Holyfield, muitos me criticaram pela velocidade que decidi agir, lamento para quem não consegue visualizar o mundo muito além do que está a frente dos seus olhos. Eu precisava agir com o meu compromisso do que me preparei, treinei e me dediquei", escreveu.

Ex-campeão meio-pesado e do torneio dos pesados do UFC, Vitor Belfort deixou o MMA em maio de 2018, após uma atuação contra Lyoto Machida pelo Ultimate. Depois de um tempo afastado das competições, o brasileiro decidiu migrar para o boxe, quando no último dia 11 de setembro, nocauteou Evander Holyfield no primeiro assalto.

MMA