PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Zhang Weili elogia e mostra admiração por Namajunas: "A respeito como um Deus"

Ag. Fight

Ag. Fight

29/07/2021 16h20

Ao que parece, Zhang Weili se recuperou de sua última aparição no octógono. No UFC 261, evento realizado em abril, na Flórida (EUA), a chinesa foi nocauteada por Rose Namajunas em pouco mais de um minuto de luta e, consequentemente, perdeu o cinturão do peso-palha (52 kg). Visivelmente abalada com o resultado frente a americana, 'Magnum' se isolou, mas entendeu o episódio e voltou a se pronunciar a respeito.

Em entrevista ao canal do 'YouTube' 'Scarlett Zeng', a ex-campeã do UFC mostrou humildade ao elogiar e até mesmo reverenciar Namajunas. Geralmente, parte dos lutadores não possui bons sentimentos em relação aos seus carrascos, mas a chinesa ignorou tal rancor e classificou 'Thug' como uma espécie de deusa, já que poucas são as atletas na posição que a americana se encontra e com o dom que possui. A curiosidade é que, logo após perder o combate e o título, Zhang se mostrou irritada com o resultado, porém mudou de postura. Apesar de respeitar a número um do peso-palha, a asiática ressaltou que vai em busca da revanche com sua algoz.

"Você não deve ter sentimentos quando ao ver o nocaute novamente. Ela é a campeã agora. Você deve admirá-la, respeitá-la como um Deus. Você não pode pensar que ela conquistou o cinturão por causa do meu erro acidental. Rose está no topo e devo mostrar todo meu respeito. Ela é a campeã, assim como um Deus. Ela é a única em bilhões. Eu devo respeitá-la, mas ela ainda é meu alvo. Eu não conseguia falar sobre isso sem chorar, mas agora posso falar sobre isso livremente. Eu aceitei. Eu estava um pouco distraída e acabou. Apenas um minuto se passou. As coisas podem acontecer assim", declarou a ex-campeã do UFC.

Se por um lado Zhang nutre bons sentimentos em relação a Namajunas, parte da comunidade do MMA não goza do mesmo prestígio. Após o duro revés no octógono, a chinesa foi criticada pelos haters e sofreu com os comentários quanto a sua performance e com questionamentos sobre sua competência. Reconstruída, 'Magnum' frisou que deixou o momento ruim para trás, mas admitiu que foi difícil lidar com tanta carga negativa nas redes sociais.

"Eu fiquei extremamente insatisfeita. Trouxe muita gente comigo. No dia seguinte, não dormi por mais de 20 horas. Eu não conseguia dormir de jeito nenhum. Assim que fechei os olhos, o momento em que caí foi repetido na minha cabeça. Cada vez que fechei os olhos, vi o momento. Perguntava ao meu treinador se a luta realmente acabou, se eu tinha perdido o cinturão. Todos comentaram. Haters, fãs, parecia que eu estava sofrendo cyberbullying na época. Queria um telefone antigo, porque não quero mais olhar os comentários na internet. Existem apenas dois tipos de comentários, os bons e os maus. Não precisa se preocupar com eles. Apenas faça bem seu trabalho e seja você mesmo", concluiu.

Esporte