PUBLICIDADE
Topo

Esporte

'Durinho' surpreende ao elogiar Nate Diaz e retira desafio: "Nunca vai lutar comigo"

Ag. Fight

Ag. Fight

29/07/2021 19h59

Bastante ativo no MMA e nas redes sociais, Gilbert Burns costuma manter sua lista de possíveis adversários atualizada. Após dominar Stephen Thompson no UFC 264, evento realizado em julho, em Las vegas (EUA), 'Durinho' desafiou em uma tacada só Jorge Masvidal, Leon Edwards, Nate Diaz e reforçou o desejo em suas plataformas digitais. Entretanto, o brasileiro riscou um dos alvos mencionados.

Em entrevista ao site 'MMA Junkie', 'Durinho' excluiu qualquer possibilidade de medir forças com Nate Diaz no UFC. O brasileiro explicou que tomou esta decisão, porque tem certeza de que estaria perdendo tempo ao buscar um possível confronto com um veterano que é mais personagem do que lutador nos dias de hoje.

A postura do especialista em jiu-jitsu surpreendeu parte dos fãs, já que, recentemente, o niteroiense utilizou um 'trash talk' pesado contra o americano, questionando seu status de 'bad boy' e currículo no MMA. Como almeja atuar no UFC 268, show liderado pela disputa de título dos meio-médios (77 kg) entre o campeão Kamaru Usman e Colby Covington, 'Durinho' adiantou que vai continuar desafiando os demais tops da divisão.

"Eu gosto dele. Ele é muito engraçado, divertido. Não vou dizer que não gosto dele. Eu o assisto, mesmo achando que ele não possa ser campeão. Ele é divertido e gosto do cara. Ele é engraçado, até na maneira como fala. Foi ele quem começou a falar besteira de mim, quando lutei com Kamaru, postou minha derrota para Hooker e pensei que quisesse lutar comigo, mas percebi que ele não quer lutar comigo. Acontece, mas gosto dele. Acho que ele nunca vai lutar comigo, mas eu estava apenas me divertindo. Eu gosto", analisou o brasileiro.

No UFC desde 2014, Gilbert 'Durinho', de 34 anos, atravessou seu melhor momento na organização entre 2018 e 2020, quando emplacou uma sequência de seis vitórias. Atualmente, o faixa-preta de jiu-jitsu se encontra na segunda posição no ranking dos meio-médios e possui triunfos marcantes sobre Demian Maia, Gunnar Nelson, Stephen Thompson e Tyron Woodley. No MMA, o atleta levou a melhor em 20 lutas e perdeu quatro vezes.

Esporte