PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Presidente do 'Bare Knuckle' condena brigas após lutas, mas avisa: "Não é balé"

Ag. Fight

Ag. Fight

21/07/2021 06h00

O 'Bare Knuckle Fighting Championship', maior organização de boxe sem luvas, ganha destaque nos esportes de combate, mas ainda é vista com desconfiança por parte dos fãs e da imprensa especializada. Para os críticos, a companhia oferece um tipo de entretenimento perigoso para seus atletas, principalmente, em relação ao estado de saúde dos mesmos no futuro. Além disso, discussões entre os lutadores são constantes e agressões acontecem. Para tentar mudar a reputação de sua empresa, o presidente Dave Feldman entrou em cena.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', o cartola se posicionou contra qualquer tipo de agressão fora de combate, mas, ao mesmo tempo, informou que é difícil conter os ânimos dos lutadores. Em seu histórico, o 'BKFC' costuma apostar em veteranos ex-UFC, principalmente, em atletas com fama de 'bad boy' e tal fato já virou uma espécie de tradição. Inclusive, a recente polêmica no boxe sem luvas foi protagonizada por um deles.

Em junho, Hector Lombard, recém-coroado campeão do BKFC, nem teve tempo para celebrar o triunfo sobre Joe Riggs. Após nocautear o adversário, o cubano foi desafiado por Lorenzo Hunt ainda em cima do ringue e, irritado, desferiu dois socos no rival (veja abaixo ou clique aqui). Mesmo sendo contra as agressões, Feldman sinalizou que contratempos como esse acontecem por conta da natureza do esporte e revelou que o polêmico episódio foi um divisor de águas para a companhia, pois gerou um alcance e atraiu um público jamais vistos.

"É estranho e não gosto disso, mas gosto de ver que tivemos quase 100 milhões de visualizações, então pessoas que nunca assistiram ou ouviram falar sobre o 'Bare Knuckle Fighting Championship' conheceram. Nós definitivamente não toleramos e é algo que vamos tentar combater o máximo possível, mas se acontecer, lidaremos com isso. Não queríamos que isso acontecesse e é uma pena que tenha acontecido, mas, ao mesmo tempo, foi um momento incrível, um momento épico. Foi um momento que se tornou viral", declarou o cartola, antes de completar.

"Essas coisas vão acontecer, estamos em esportes de combate. Não estamos no balé. Isso nunca vai acontecer no balé, mas vai acontecer nos esportes de combate. Você deixa dois caras irritados e acontece. Nós apenas temos que evitar o quanto pudermos para que ninguém corra perigo. O que precisamos fazer é não deixar os lutadores entrarem no ringue depois das lutas. Temos que fazer um trabalho melhor de segurança ao redor do ringue", concluiu.

Além de Hector Lombard, o BKFC apresenta os ex-UFC Joey Beltran e Thiago 'Pitbull' como campeões de suas categorias. Além do trio, a organização já abrigou figuras conhecidas do MMA como, Antônio 'Pezão', Artem Lobov, Bec Rawlings, Chris Leben, Chris Lytle, Gabriel 'Napão', Jason Knight, Joe Riggs, Julian Lane, Luis Palomino, Paige VanZant, Rachael Ostovich, entre outras.

.@HectorLombard delivered a happy meal without the toy on Lorenzo Hunt.#BKFC18 pic.twitter.com/LjwSxaDy9O

- FITE (@FiteTV) June 27, 2021

Esporte