PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Whittaker minimiza vitória de Adesanya sobre Vettori e dispara: "Não é um Deus"

Ag. Fight

Ag. Fight

22/06/2021 07h00

O UFC ainda não confirmou qual será o próximo adversário de Israel Adesanya, campeão do peso-médio (84 kg), mas Robert Whittaker se pronunciou como desafiante número um da categoria para reforçar sua posição. Após o nigeriano controlar Marvin Vettori na revanche válida pela edição de número 263, realizada em junho, no Arizona (EUA), parte da comunidade do MMA enalteceu o vencedor, porém o australiano ficou reticente.

Em entrevista ao site 'Daily Telegraph', Whittaker informou que não ficou impressionado com a atuação de Adesanya contra Vettori. Na ocasião, os três juízes responsáveis por pontuar a luta entre os rivais marcaram os cinco rounds para o campeão, mas, mesmo assim, o ex-número um da divisão sinalizou que esperava uma performance empolgante. De acordo com Whittaker, Adesanya ofereceu brechas na trocação, área na qual domina e Vettori possui apenas bom conhecimento e mostrou que está no mesmo patamar que os demais competidores.

"Assistindo a luta contra Vettori, você pode ver que ele não é intocável. Isso reforçou o fato de que ele é muito humano, muito tocável. Achei o desempenho dele mediano. Não mediano no contexto de ser ruim, mas Adesanya não fez nada além do que tinha que fazer, nada mais do que o necessário", analisou Whittaker, antes de completar.

"Isso certamente não o coloca no reino dos deuses. Ele, definitivamente, não é um Deus. Ele é um lutador muito bom, mas não é tão bom quanto pensa que é. Sua derrota para Blachowicz, seguida por seu desempenho médio contra Vettori, só confirma que ele não é tão intocável quanto todos pensam", criticou.

Caso o UFC atenda o desejo de parte dos fãs e confirme a revanche entre Adesanya e Whittaker, o ex-campeão do peso-médio garantiu que o resultado da nova luta contra o rival será diferente. Vale destacar que, depois que foi nocauteado pelo nigeriano, em 2019, 'The Reaper' emplacou três vitórias seguidas, dominou seus adversários e voltou a se aproximar do título da categoria.

Inclusive, Whittaker recusou enfrentar Adesanya na edição de número 263, porque informou que estava lesionado e que não teria tempo ideal para se preparar para o acerto de contas com o algoz. No entanto, como 'The Reaper' contestou o nível de atuação do nigeriano nas lutas contra Jan Blachowicz e Vettori, deu a entender que vai apresentar uma estratégia diferente na tentativa de empatar a rivalidade.

"Obviamente, ele já me venceu uma vez, então merece começar nossa próxima luta como favorito. Mas, agora, sou um lutador muito diferente, uma pessoa diferente. Eu sei que tenho as ferramentas para vencê-lo e estou ansioso para ver o que acontecerá no final deste ano", concluiu.

Esporte