PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Anderson Silva busca recomeço no boxe após saída do UFC

Anderson Silva, durante treino de boxe - Reprodução/Instagram
Anderson Silva, durante treino de boxe Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

Ag. Fight

19/06/2021 06h00

Após quase uma década e meia de serviços prestados ao UFC, Anderson Silva dará, hoje, um novo passo em sua carreira. Fã declarado da nobre arte, o ex-detentor do cinturão peso-médio (84 kg) do Ultimate volta a pisar em um ringue de boxe após mais de 15 anos, para medir forças contra o mexicano Julio Cesar Chavez Jr, ex-campeão mundial da modalidade e filho da lenda Julio Cesar Chavez.

O duelo, que terá como sede o Estádio Jalisco, em Guadalajara (MEX), faz parte do card do evento 'Tribute to the Kings' (Tributo aos Reis), encabeçado pela superluta entre Julio Cesar Chavez e Hector Camacho Jr. Aos 46 anos, 11 a mais que seu adversário, Anderson encontrou no boxe a oportunidade de realizar um sonho e seguir atuando em alto nível após ter encerrado sua trajetória no UFC.

Desde quando reinava soberano na divisão dos médios do Ultimate, entre 2006 e 2013, o Spider sempre deixou claro sua paixão pela nobre arte, e diversas vezes declarou ter o sonho de enfrentar Roy Jones Jr, seu ídolo, em um combate entre campeões. Ainda que não seja diante do americano, o confronto de hoje representa o tão aguardado retorno do brasileiro à modalidade, na qual possui apenas duas experiências prévias, em 1998 e 2005.

Além disso, a disputa pode marcar um recomeço de carreira para o lutador brasileiro. Apesar da idade avançada, Anderson ainda não se sente pronto para encerrar definitivamente sua trajetória no esporte. Mas, sem o interesse por parte do UFC em continuar contando com seus serviços, o ex-campeão deixou a principal organização de MMA do planeta e se viu livre no mercado pela primeira vez em muitos anos.

O caminho escolhido pelo Spider parece coincidir com a crescente onda de superlutas entre veteranos do boxe, como a realizada entre Mike Tyson e Roy Jones Jr, e com a entrada na modalidade de youtubers, como os irmãos Jake e Logan Paul, e ex-campeões de MMA, como Ben Askren, Tyron Woodley e Vitor Belfort. O movimento tem trazido enorme repercussão e cobertura da mídia, além da chegada de novos fãs para a nobre arte, o que tem rendido polpudas bolsas para os envolvidos.

O clima entre Anderson e Chavez Jr também promete estar quente dentro do ringue. O boxeador não tem se eximido do favoritismo no combate, tendo em vista que atuará em sua modalidade de origem contra um adversário que, apesar de laureado no MMA, possui pouca experiência no boxe profissional. O mexicano ainda chegou a prever sua vitória por nocaute sobre o brasileiro, em entrevista recente.

Já Anderson Silva, como de costume, evitou polemizar em suas declarações antes do confronto, demonstrando respeito ao oponente e minimizando sua responsabilidade de vitória no combate. Porém, com a falha na balança do mexicano na pesagem oficial do evento, realizada na última sexta-feira, o ex-campeão do UFC parece ter se irritado com a atitude do rival e pode ter ganhado uma motivação extra para a disputa.

Em resumo, o duelo entre Anderson Silva e Julio Cesar Chavez Jr é uma excelente oportunidade para os fãs do ex-campeão do UFC testemunharem mais uma vez a lenda em ação e, principalmente, acompanharem sua desenvoltura no ringue da nobre arte. Afinal, este pode ser tanto o começo de uma nova jornada em sua carreira, como o ponto final de sua trajetória nos esportes de combate.

Esporte