PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Deiveson busca trilogia contra Moreno: "Quero reconquistar meu cinturão"

Deiveson Figueiredo publica fotona cama ao lado do cinturão do peso-mosca - Reprodução/Instagram
Deiveson Figueiredo publica fotona cama ao lado do cinturão do peso-mosca Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

Ag. Fight

13/06/2021 16h13

Derrotado por Brandon Moreno no co-main event do UFC 263, realizado no último sábado (12), no Arizona (EUA), Deiveson Figueiredo mostrou classe ao reconhecer, ainda no octógono, os méritos do adversário na conquista. Apesar disso, o agora ex-campeão peso-mosca (57 kg) não esconde seu desejo de ter a oportunidade de reconquistar o título da categoria.

Em entrevista ao UFC Brasil, logo após o término do evento de sábado, Deiveson lamentou sua atuação na revanche contra o rival, que culminou no fim de seu reinado na divisão. Porém, o paraense relembrou o discutível empate do primeiro confronto contra Moreno para justificar seu pleito pela trilogia com o mexicano.

"A primeira luta nossa eu venci. Tiraram um ponto meu e decidiram dar empate na luta. Mesmo assim, eu venci a luta, tenho certeza. Eu revi a luta várias vezes e venci, mas deram o empate para poder acontecer a segunda (luta). E nessa segunda, eu tive um corte de peso péssimo e não lutei legal, infelizmente. Não desmerecendo ele, hoje (sábado) é a noite dele, está de parabéns. Mas eu quero reconquistar o meu cinturão, quero voltar com ele para casa novamente. (...) Eu quero ter uma outra oportunidade para lutar com ele, para fazer a trilogia", declarou o 'Deus da Guerra'.

Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno se enfrentaram pela primeira vez em dezembro do ano passado, exatos 21 dias após a última apresentação de ambos pelo Ultimate. No equilibrado duelo, o brasileiro foi punido com a perda de um ponto, em decorrência de suas infrações na peleja, e viu os juízes marcarem empate majoritário como resultado final do confronto.

Na revanche, novamente com o cinturão peso-mosca em jogo, Deiveson não conseguiu desenvolver seu jogo e foi dominado, em pé e no chão, pelo adversário, que sacramentou sua vitória no terceiro round, ao obrigar o paraense a dar os três tapinhas de desistência após encaixar um mata-leão. Com o resultado, Moreno se tornou o primeiro lutador nascido no México a conquistar um título do UFC.

MMA